Chegou o Classificado do Brazilian Times. Divulgue ou busque produtos e serviços agora mesmo!

Acessar os Classificados

Publicado em 18/01/2019 as 10:00am

NÃO ME AME ASSIM

Romance escrito por brasileira vai ser lançado nesta sexta, dia 18.

A comunidade brasileira em Massachusetts está bastante empolgada com o lançamento do livro “Não me ame assim”, escrito pela catarinense de Araranguá, Andressa Espíndula. A escritora também se mostrou muito animada com o evento e disse que quem for terá uma oportunidade de conversar com ela, rir e falar sobre o livro.

Além da cerimônia de lançamento, haverá uma exposição de artes com a artista plástica Patrícia Filikov. Ela apresentará uma coleção de pinturas abstratas comum pé nas nuvens e um pé na história de “Não me ame assim”.

Durante o lançamento, haverá uma noite de autógrafos e o evento acontecerá no Clube Portuguese American Recreation Club de Woburn (Massachusetts), localizado no 83 Main Street, e o horário será de 7:00 pm às 10:00pm.

A entrada é gratuita e quem quiser adquirir o livro o valor é de apenas US$25 autografado. Quem não tiver oportunidade de ir ao evento, pode encontrar a obra através da Amazon Brasil Lojas Americanas, Submarino e no Canal Shop Time.

NÃO ME AME ASSIM

Uma história de amor e ódio. Conheça Leah Morris. Por algum motivo ele não consegue sair de perto dela, fazendo com que tudo só se torne mais difícil e mais perigoso. Como será que Leah vai escapar deste relacionamento que se torna abusivo com o tempo? Será que uma vida vale o preço de um amor doentio?

Leah não sabia do que Aidem era capaz, tão pouco poderia imaginar que Sebastian arriscaria sua própria vida. De repente a história que já estava toda traçada, muda. E quando Leah pensou que estivesse sentido a maior dor possível, a vida mostra que têm coisas que doem tanto, que parecem não serem suportáveis. A dor do sumiço de um filho é bem maior do que a dor de uma facada. Principalmente quando as atitudes são de alguém em que você confia.

Quer saber mais sobre esta história, adquiria o livro.

Fonte: Redação Braziliantimes