Chegou o Classificado do Brazilian Times. Divulgue ou busque produtos e serviços agora mesmo!

Acessar os Classificados

Publicado em 22/02/2021 as 10:30am

Coluna Saúde da Mulher

Autoestima - Como é formada e como se manifesta desde a infância até a adolescência. ...

Autoestima - Como é formada e como se manifesta desde a infância até a adolescência. 

 

A sua saúde mental está muito relacionada com a forma em que você  se enxerga e  encara a vida. A autoestima possui intimidade muito forte com o que você pensa e sente sobre si mesma e isso se reflete em tudo que você  acredita ser importante. De certa maneira, o ser humano é fruto de todas as crenças formadas durante a infância. Entender como se dá o processo de formação da nossa autoconfiança e auto aceitação pode ser precioso na hora de  educar os filhos de maneira a colaborar para um desenvolvimento saudável e forte desses indivíduos.

 

Como acontece a formação da autoestima

 Os fundamentos da autoestima possuem raízes que são formadas ainda desde muito cedo, que se manifestam em cada fase do crescimento. O processo de formação da autoestima inicia-se ainda na primeira infância, através da exposição de informações recebidas dos pais e depois professores ou cuidadores.   A autoconfiança, o auto respeito estão interligados pois refletem o que um indivíduo sente sobre si. Quando você se identifica com as características de alguém que você  admira ou que percebe ser alguém que cada vez mais se aproxima do seu alvo como pessoa, existe uma demonstração de quem possui uma autoestima elevada.   

 

Existem várias fontes que formam a autoestima de uma criança de acordo com o estágio de desenvolvimento. Os pais são os principais responsáveis na formação da autoestima dos filhos, pois as crianças são emocionalmente alimentadas através da observação tanto do comportamento quanto das atitudes no ambiente em que vivem. Quando as crianças são elogiadas por algum feito, por mais simples que seja, elas armazenam essas mensagens que as incentivam a repetir o mesmo comportamento anterior. Quando são encorajadas a manifestar os sentimentos e emoções elas tendem a se sentirem seguras para serem quem são livres de julgamentos ou de repressão. Assim, elas vão se desenvolvendo fisicamente e emocionalmente também, sempre reforçando aquela mensagem e comportamento que estão expostas.

 

Conforme a criança vai crescendo, o amadurecimento emocional proporciona uma maior facilidade de se relacionar com outras pessoas que passam a ganhar mais força que influencia na formação da autoestima. 

 

 

 

Entendo a influência de cada fase da infância em relação a autoestima.

 

Cada fase do desenvolvimento infantil possui uma espécie de dinâmica em relação à formação da autoestima. De acordo com cada idade, a criança ganha novas oportunidades de autoconhecimento e auto aceitação que são refletidas tanto nos relacionamentos quanto no comportamento. Para entender melhor como essa dinâmica ocorre vamos refletir sobre cada fase:

 

Fase 1 - Os bebês

Desde o nascimento os bebês já começam a formar a autoestima. A forma como são cuidados os levam a se sentirem seguros pois, com o tempo, passam a perceber que todas as necessidades básicas são atendidas. A aproximação física com os pais que demonstram afeto, amor, atenção, o alimento tem um papel primordial pois ensinam que é possível confiar naquelas pessoas que estão constantemente oferecendo tudo que você  necessita. Por isso é muito importante que o bebê possa ser recebido em um ambiente harmonioso e tranquilo que contribua para a adaptação desse novo ser que precisa ser compreendido mas ainda não sabe se expressar de forma clara e objetiva. 

 

Fase 2 - Crianças com 2 anos de idade

Nessa fase as crianças ainda não possuem condição de ter uma formação concreta sobre a auto identidade ou autoestima. Durante essa fase as crianças ainda não sabem lidar com a questão da posse. Para uma criança de dois anos, tudo pertence a ela, tudo é somente dela. Seus pais são exclusividades, seus pertences são propriedades que não podem ser divididos ou compartilhados com ninguém. Por isso existe uma dificuldade em compartilhar os brinquedos ou dividir a atenção dos pais com outras pessoas. Seria como se o mundo delas girassem muito em torno do próprio umbigo. Durante essa fase as crianças se enxergam através dos “olhos” ou comportamento de seus pais e cuidadores. A formação da autoestima durante essa fase tem relação de quanto a criança se sente amada e especial.

 

Fase 3 - Pré-escolar

Com três anos de idade uma criança possui total clareza da sua individualidade, do seu espaço no mundo; como no lar e em outros ambientes; podendo até tomar algumas decisões sozinhas. Demonstram maior facilidade quando os pais precisam se ausentar para trabalhar ou fazer alguma atividade pois já aprenderam a confiar que vão ficar seguros até que os pais possam retornar ao convívio. A rotina familiar se torna algo real de forma a garantir a relação de confiança tanto para com os pais quanto para consigo mesma.

Durante essa fase aumenta o senso de independência e confiança com outras pessoas como os amigos, além do sentimento de autoconfiança nas tomadas de decisões.

 

Fase 4 - Escolar

Durante essa fase um aspecto muito forte para as crianças que estão iniciando o período escolar é acreditar que são capazes de gerenciar o processo de aprendizagem para garantir assim as expectativas. Porém nessa fase também as crianças começam a demonstrar preocupação com a própria aparência e força física. As crianças que praticam algum esporte buscam se destacar dos demais através da competição entre quem tem melhor performance. A comparação e a disputa por um "espaço" podem colocar a criança em risco de ataques sobre o que elas sentem e acreditam sobre si mesmas, além de estarem mais propensas a sofrerem com o bullying.

 

Fase 5 - Pre-adolescentes e Adolescentes

 

Durante essas duas fases a puberdade possui um fator importante pois os hormônios influenciam na transformação tanto do corpo quanto do emocional. Essa transformação pode determinar um aumento da fragilidade da autoestima principalmente por existir uma enorme necessidade de aceitação. A preocupação com a aparência física afeta ambos os sexos, porém as meninas demonstram sofrer mais com a aceitação do próprio corpo e possivelmente por isso são as maiores vítimas de doenças relacionadas ao distúrbio alimentar. Os adolescentes que recebem apoio e orientação familiar durante essa fase tendem a superar melhor os desafios.

 

Sinais de perigo

Além de cuidar, nutrir e proteger a autoestima, pais e educadores devem também estar atentos a alguns sinais no comportamento tanto das crianças quanto dos adolescentes que possam demonstrar algum sinal de perigo. Em caso de dúvidas ou preocupação deve-se buscar a orientação do pediatra para uma avaliação mais precisa de possíveis riscos. Converse com o pediatra caso você  perceba de 2 ou mais comportamentos citados abaixo:

Constantemente afirmam a não gostar de si mesma(o)

Sentimento excessivo de culpa

Dificuldade para se relacionar ou manter relacionamentos que leva ao isolamento

Necessidade extrema de estar sempre agradando ou outros

Demonstração verbal de “nunca” esta feliz

Constante necessidade de ser aceito e aprovado por outras pessoas

Mudança brusca de comportamento em relação a socialização, seja dentro ou fora de casa. Diz que não deseja mais estar com os amigos.

Queixa de sintomas físicos como: dor de cabeça ou de estômago quando antecede ir à escola ou a atividades que antes demonstravam interesse.

Repete de várias maneiras que a vida não vale a pena ou que já não aguenta mais ter que conviver com tanta pressão psicológica.

 

Coluna Saúde da Mulher

Lida Ferreira

www.plataformadigitalfeminina.com

 

Apoiem os Pequenos negócios. Mantenha a economia girando!

TABRIZZI DENTAL MALDEN- Dentistas e higienistas brasileiros, no centro de Malden. Promoção especial para novos pacientes: Limpeza + Raio X + Consulta com dentista + Plano de tratamento por apenas: $120. Venha nos visitar: 389 Main Street, suite 104, Malden (MA). (781) 397-9400

CUCKOO SIGNS- Gráfica especialista em fazer o seu negócio aparecer. Adesivos. Camisetas. Website. Estamos localizados no 72 Chelsea Street, Everett (MA). Tel: 857-266-3801

CSI- A solução educacional para estudantes internacionais. Transferência de escolas de idioma. Transferência pós-formatura. Transferência após a conclusão do OPT. Estamos localizados em Chelsea e Worcester (MA). Tel: 888-910-5051.

EXCURSÕES- Se você quer conhecer os pontos turísticos mais lindos e importantes dos Estados Unidos, entre em contato com a Dani Deghi Tour. Você será acompanhado por um guia que falará o seu idioma. Para mais informações, ligue no telefone (848) 863-7770.

 

Fonte: Redação - Brazilian Times.

Top News