Chegou o Classificado do Brazilian Times. Divulgue ou busque produtos e serviços agora mesmo!

Acessar os Classificados

Publicado em 6/10/2021 as 11:00pm

Coluna Wendel Stein

Previsões para um futuro não muito distante            

Previsões para um futuro não muito distante

               

                É muito comum pessoas tentarem prever o futuro através da ciência ou ficção científica.  Isso pode ser constatado em filmes, séries, livros e nos quadrinhos. Muitas vezes às previsões acertam em cheio, outras tornam-se apenas especulações não concretizadas. Mas o papel da ficção científica é muito importante, pois através delas, muitos cientistas se inspiraram para criar aquilo que só era possível nas telas de televisão. Jornada nas Estrelas foi um caso clássico disso, pois foi em seus episódios, que pela primeira vez foi mostrado celulares e tablets, décadas antes de sua criação.

            A evolução da ciência deu saltos nos últimos anos, tudo começou com a Guerra Fria e a corrida espacial, e teve seu auge durante os anos de pandemia, onde a ciência teve papel predominante para o desenvolvimento de uma vacina em tempo real para conter as mortes massificadas ao redor do globo.

            Então vamos exercitar nossa imaginação e lançar 08 previsões para 2031, baseados hoje pelo nosso conhecimento científico, sociológico e é claro, uma pouco de imaginação de escritor de ficção científica:

            Primeira: O impacto ambiental que o aumento do consumo de carne tem provocado no planeta, bem como o sacrifício em massa destes animais para o abate irão diminuir em mais de 80%. O desenvolvimento de produtos sintéticos com textura e gostos idênticos serão desenvolvidos, isentos de colesterol, assim o consumidor terá o mesmo sabor, mas sem o abate animal.

            Segunda: Os carros serão autônomos. O número de vendas de carros para o consumidor individual diminuirá, e no lugar, carros elétricos inteligentes, com custo taxas de viagem reduzidas serão a nova forma de transporte no futuro.

            Terceira: Não será mais preciso ir até uma clínica tirar sangue para exames médicos. Cada casa terá um aparelho que com apenas uma gota de sangue, conseguirá fazer um diagnóstico, e se não for nada grave, receitar remédios e tratamentos. Os médicos clínicos terão seus dias contatos.

            Quarta: O emprego como existe hoje deixará de existir, novas formas de geração de renda e prestação de serviços surgirão, mais globalizados e humanizados. O home office será onde ocorrerá a maioria dos empregos.

            Quinta:  Novos tratamentos que irão curar o câncer e a diabete estarão à disposição da população, e novas doenças e vírus surgirão, fazendo a ciência cada vez mais, ser essencial para a vida no planeta.

            Sexta:  Não haverá mais gordos e nem magros. A ciência irá desenvolver fórmulas de manipulação do genoma, que deixarão o corpo, sempre com um equilíbrio de peso e medidas recomendados futuramente pelos Conselhos de Saúde.

            Sétima: O cinema continuará existindo, mas de uma forma multissensorial, com dimensão, aromas, temperaturas e sensações reais.

            Oitavo: A saga Star Wars clássica, continuará sendo um dos filmes preferidos de todos os tempos.

            E você, leitor? Faça sua lista e mande para gente!

 

Wendel Stein é jornalista e escritor. É colunista do Brazilian Times. E-mail wendellstein@me.com

 

 

Top News