Publicado em 7/08/2008 as 12:00am

Virada histórica do Galo na Vila Belmiro: 3 a 2

Time sai perdendo por 2 a 0, mas encontra forças para vencer o Santos, quebrando tabu de 60 anos. Foi a 1ª vitória atleticana fora de casa

Enfim, o Atlético venceu fora de casa neste Brasileirão. Saiu perdendo por 2 a 0 para o Santos, mas reagiu e virou para 3 a 2, nesta quarta-feira à noite na Vila Belmiro. Foi também o fim de um tabu de 60 anos sem vitória no estádio santista.

Em campo, duas equipes com visíveis limitações técnicas, que erram muito na defesa e pagam caro por isso. Jael, Márcio Araújo e Raphael Aguiar marcaram para o Galo. Kléber Pereira e Vinícius (contra) fizeram para o Peixe.

Com a vitória, o Atlético foi a 24 pontos, subindo uma posição, agora na 11ª colocação. Na próxima rodada, a equipe recebe o líder Grêmio, sábado, no Mineirão. Já o Santos segue com 17 pontos, na zona de rebaixamento. No domingo, vai a Recife pegar o Náutico.

Com uma defesa atrapalhada, um meio-campo perdido na marcação, o Atlético mais uma vez se complicou nos minutos iniciais. No primeiro ataque santista, aos dois minutos, Maikon Leite cruzou da direita, o inseguro goleiro Edson não alcançou a bola e Kleber Pereira completou para as redes.

Apesar disso, o Galo achou espaços para ameaçar a meta do também limitado time do Peixe. Aos nove minutos, desperdiçou boa chance de empatar. O lateral Mariano foi ao fundo e cruzou para Jael, que limpou o lance e bateu rente à trave do goleiro Douglas. Aos 16 e aos 19, Marques e Jael finalizaram, mas em cima do goleiro.

Os dez minutos seguintes foram um festival de erros da marcação atleticana. Aos 21, César Prates e Vinícius se atrapalharam, Kléber Pereira roubou a bola e bateu com perigo. Em outra falha, aos 23 minutos, Maikon Leite partiu livre e chutou para fora. Na seqüência, Leandro Almeida não cortou o cruzamento e a bola sobrou para Kléber, na cara do gol, mas ele cabeceou para fora. De tanto ser ameaçado, o Galo sofreu o segundo gol aos 28 minutos, quando Vinícius marcou contra ao tentar contar um cruzamento.

Logo na saída de bola, o Atlético conseguiu diminuir, com Jael. Ele recebeu livre na entrada da área e bateu na saída de Douglas. O gol deu confiança ao time mineiro, que passou a dominar as ações. Porém, esbarrou em suas limitações técnicas e pouco ameaçou. Teve duas boas chances, com Serginho e Marques, mas o goleiro santista apareceu bem para abafar as jogadas.

Segundo Tempo

O Atlético, que voltou com Raphael Aguiar no lugar de Marques, buscou o empate aos cinco minutos. Márcio Araújo recebeu na entrada da área e bateu na saída de Douglas: 2 a 2.

A partir daí, as equipes se alternaram nos erros de passes. Passaram a arriscar chutes de fora da área, mas sem sucesso. Somente aos 25 minutos, o Santos chegou com perigo, em mais uma bobeada da zaga atleticana. Apodí pegou a bola e chutou rente à trave.

Quatro minutos depois, foi a vez da defesa santista se atrapalhar toda. Raphael Aguiar roubou a bola e chutou forte para virar o placar: 3 a 2. Aos 39, quase o quarto gol do Galo. Renan pegou a sobra e bateu forte. A bola desviou na zaga e o goleiro Douglas mandou a escanteio

Fonte: (Superesportes)