Publicado em 18/09/2008 as 12:00am

São Paulo busca passar como único paulista "imune" ao Sport

Em busca de três pontos que podem recolocá-lo no G4 do Campeonato Brasileiro, o São Paulo busca no jogo contra o Sport, no domingo, na Ilha do Retiro, se manter como o único paulista "imune" ao time pernambucano e seu "temido" estádio.

Em busca de três pontos que podem recolocá-lo no G4 do Campeonato Brasileiro, o São Paulo busca no jogo contra o Sport, no domingo, na Ilha do Retiro, se manter como o único paulista "imune" ao time pernambucano e seu "temido" estádio.

Somente neste ano, o Sport já bateu Palmeiras, Corinthians e Portuguesa. O time alviverde foi vencido três vezes, duas pelo Nacional e uma pela Copa do Brasil. O clube do Parque São Jorge foi vencido na final da Copa-BR, enquanto a equipe do Canindé caiu no Nacional.

Desses cinco triunfos em cima dos times da capital de São Paulo, quatro foram no estádio da Ilha do Retiro --uma das três vitórias contra o Palmeiras foi dentro do Parque Antarctica, por 3 a 0.

O Santos, que venceu o Sport no primeiro turno do Nacional e ainda não foi à Ilha este ano, caiu no estádio do time pernambucano no Nacional do ano passado depois de sofrer goleada por 4 a 1. Também em 2007, o time do Recife venceu duas vezes, em casa e fora, tanto Palmeiras quanto Corinthians.

Na contramão de seus arqui-rivais, o São Paulo é o time paulista que está há mais tempo sem perder do Sport. A última derrota aconteceu há sete anos, no Nacional de 2001, em confronto na Ilha.

No primeiro turno do Nacional deste ano, no Morumbi, o time do técnico Muricy Ramalho venceu por 1 a 0. No ano passado, vitória por 3 a 1 no Morumbi e por 2 a 1 no "alçapão" da Ilha do Retiro.

Apesar do triunfo no local tão temido por seus rivais, os são-paulinos ressaltam a dificuldade e pregam superação para obter nova vitória. "Como o jogo é fora, tem um clima diferente, contra uma excelente equipe, temos que melhorar um pouco, fazer algo mais", falou o técnico Muricy Ramalho.

Os jogadores endossam o discurso e ainda citam mais algumas dificuldades além da qualidade do time pernambucano. "É um time bem forte e bem armado, e em casa é muito difícil de ser batido. Mas temos tudo para vencer se fizermos um grande jogo. O jogo lá acontece com um calor muito forte, e a condição do gramado é preocupante", falou o volante Zé Luis.

"Sabemos das dificuldades de se enfrentar o Sport, é um time que já está classificado para a Libertadores [é o atual campeão da Copa-BR] e que joga solto. Eles têm atacantes rápidos e jogam no contra-ataque. É preocupante [o campo], já que para desempenhar um bom futebol, o gramado é muito importante", disse o zagueiro Miranda.

 

Fonte: (Folha Online)