Publicado em 23/10/2008 as 12:00am

Flamengo goleia Coritiba e retorna ao G-4

O Flamengo goleou o Coritiba por 5 a 0 em partida disputada nesta quinta-feira, à noite,no Maracanã, e se manteve na briga pelo título brasileiro

O Flamengo goleou o Coritiba por 5 a 0 em partida disputada nesta quinta-feira, à noite,no Maracanã, e se manteve na briga pelo título brasileiro. Com os três pontos conquistados na 31ª rodada, o rubro-negro carioca assumiu a quarta posição na tabela de classificação com 55 pontos ganhos. Já o Coritiba segue no oitavo lugar com 46 pontos e viu bem mais distante o seu sonho de conquistar uma vaga na Taça Libertadores do próximo ano.

O resultado fez justiça ao futebol mais objetivo do rubro-negro carioca que soube aproveitar as oportunidades que aparecram durante o jogo. Mesmo desfalcado de Juan e Fábio Luciano, o time dirigido por Caio Júnior foi sempre superior ao adversário e acabou chegando à goleada, inclusive com um gol do goleiro Bruno, de pênalti..

O Coritiba começou bem o jogo mas foi caindo de produção à medida que o tempo passava e acabou inteiramente dominado pela equipe da Gávea. Foi a primeira goleada sofrida pelo Coxa na atual competição. Na próxima rodada, o Flamengo vai ao Barradão, em Salvador, encarar o Vitória enquanto o Coritiba receberá o Atlético Mineiro no Couto Pereira.

Apesar do forte calor, Flamengo e Coritiba começaram a partida em ritmo veloz. Os dois times procuravam o ataque com ligeira supremacia do time da casa. Mesmo assim, a primeira jogada de perigo foi criada pelo Coritiba aos nove minutos. O atacante Keirrison recebeu na esquerda, invadiu a área e chutou em cima do goleiro Bruno que defendeu parcialmente. Carlinhos Paraíba aproveitou o rebote e chutou mas o goleiro do Flamengo apareceu bem outra vez e ficou com a bola.

Sem o lateral Juan, suspenso, o rubro-negro carioca atacava sempre com Léo Moura pela direita. Obina cabeceou na trave aos 17 e aos 19 minutos, o atacante foi lançado na área e tocado por João Henrique, jogada que o árbitro gaúcho Carlos Simon interpretou como pênalti. Léo Moura que festejava seus 30 anos cobrou no canto direito, o goleiro Vanderlei fez uma defesa parcial e o mesmo Leonardo Moura chegou antes da defesa para colocar a bola nas redes.

Aos 26 minutos foi a vez de o Coritiba pedir pênalti quando Ricardinho disputou com o volante Toró na grande área e caiu, mas Carlos Simon mandou a jogada seguir para desespero da equipe paranaense. Mais tranqüilo em campo depois do primeiro gol, o Flamengo teve uma boa chance para anpliar aos 34 minutos quando Ibson tabelou com Marcelinho Paraíba, recebeu na frente do goleiro Vanderlei e concluiu para fora. No minuto seguinte, o Flamengo aumentou o placar.

Em rápido contra ataque, Kleberson passou a Obina dentro da área e o atacante baiano chutou rasteiro sem chances para o goleiro paranaense. Nos minutos finais do primeiro tempo, o Coritiba ainda tentou a marcação do primeiro gol mas o goleiro Bruno apareceu com segurança e manteve a vantagem da equipe carioca.

O Coritiba voltou modificado para o segundo tempo numa tentativa desesperada do técnico Dorival Júnior de mudar o panorama da partida. As mudanças fizeram o time paranaense ficar mais agressivo mas o Flamengo se fechava bem em sua defesa e tentava impedir que o gol de Bruno corresse sérios riscos. A primeira oportunidade foi do time da casa com Obina aos cinco minutos chutando forte para boa defesa de Vanderlei.

O Coritiba respondeu com um chute longo de Carlinhos Paraíba que foi bem defendido por Bruno. Aos 11 minutos, o Coxa deu outro susto na torcida carioca com uma cabeçada de Keirrison que passou perto da trave rubro-negra. Aos 20 minutos, Keirrison, o mais perigoso do Coxa, fez boa jogada pela direita e passou para Marlos chutar para outra defesa segura de Bruno.

Aos 23 minutos, o Flamengo teve a chance de ampliar quando Silvy errou a saída de bola e Ibson lançou o argentino Maxi que concluiu por cima do travessão. O time carioca recuperou o domínio da partida e perdeu duas chances com Obina aos 28 e 31 minutos. O domínio rubro-negro acabou se transformando no terceiro gol aos 32 minutos quando Ibson tabelou com Maxi e encobriu o goleiro Vanderlei.

O Coritiba perdeu a vontade de continuar lutando e sofreu o quarto gol aos 34 minutos através de Maxi que escorou um bom cruzamento de Obina que fez grande jogada pela esquerda. Sem ser ameaçado, o Flamengo manteve a pressão até o final do jogo em busca do quinto gol. Aos 46 minutos, Ibson foi derrubado na área em pênalti claro. A torcida pediu e o goleiro Bruno bateu com grande categoria para definir o placar do jogo. 

Fonte: (Gazeta Press)