Publicado em 4/05/2009 as 12:00am

Marta joga bem mas não evita derrota

O local foi o Harvard Stadium, localizado lindamente entre Cambridge e Allston. É aquele prédio que parece um coliseu romano

 

O local foi o Harvard Stadium, localizado lindamente entre Cambridge e Allston. É aquele prédio que parece um coliseu romano. Numa noite perfeita para a prática do esporte bretão, a meio de campo Kelly Smith abriu o placar aos dois minutos de jogo, numa falha estrondosa da defesa do Sol. Miss Smith controlou calmamente a pelota e colocou a gorduchina na rede com categoria, para espanto da goleira Karina, a Le Blanc.

A atacante Han Duan por pouco não empatou para o Sol, próximo aos 17 minutos do primeiro tempo, mas a gorduchinha levou um pimba por cima do travessão, bem alto.

Marta, nossa grande Marta da seleção brasileira, foi muito aplaudida e no final todos os fans brasileiros presentes queriam tirar uma foto com nossa vedete do futebol feminino.

Aos 44 minutos, ela fez um vôo rasante em direção ao gol do Breakers, mas o chute saiu fraco. No final do primeiro tempo, deu Breakers 1 a Zero. Dez minutos após o intervalo, a meio de campo Kristine Lilly, driblando brilhantemente a Stacy Bishop e passando por ela, deu um meio chute na bola, que entrou vagarosamente pela trave da goleira Karina LeBlanc.

Britanny Bock, uma caloura do Sol LA, levou a bola até à cancha, passando para Aya Miyama completar para dentro do gol. Marta ainda teve uma chance de empate no final, mas ficou nisso mesmo: Breakers 2 a 1. Muitos brasileiros compareceram ao jogo, que teve um público de 2 mil pessoas.

Fonte: (Da redação)