Publicado em 8/01/2010 as 12:00am

Time espanhol lava carros para protestar contra salários atrasados

Jogadores do Parla, da Terceira Divisão (equivale à quarta), não recebem desde agosto e chamam a atenção da opinião pública para seu problema


Os jogadores do Parla, time madrileno da Terceira Divisão (equivale à quarta) da Espanha, arrumaram uma maneira inusitada para protestar contra salários atrasados. Eles se reuniram e foram a um sinal de trânsito de Madri para lavar carros e vender lencinhos. 

 O último salário pago aos atletas foi o de agosto, curiosamente o primeiro da temporada. O temor é de que eles joguem até o meio do ano ainda sem receber um tostão.

- Acreditamos que muita gente não saiba o que estamos passando, por isso resolvemos ir à rua para contar, em primeira pessoa. Sabemos da crise por que passamos, mas queremos apenas nos olhem na cara e digam qual é a real situação do clube - disseram os atletas ao jornal "Marca".

Por conta da falta de dinheiro, alguns jogadores do elenco já arrumaram trabalhos paralelos e os treinamentos foram reduzidos para apenas três dias na semana.

- É muito complicado ir treinar todo dia sem receber nada. Gastamos dinheiro com gasolina nos deslocamentos - acrescentaram.

A intenção do movimento é também pedir ajuda para o Parla.

- É a única forma de informar o público. Assim, os meios de comunicação nos dão mais atenção. Nosso grito de ajuda ao Parla chega a muito mais gente do que se apenas treinarmos todos os dias e ganharmos os jogos - finalizaram.

Apesar da pindaíba, o Parla ocupa a terceira posição no Grupo 7 da Terceira Divisão (são 20 clubes em cada um dos 18 grupos).

Fonte: (Globo Esporte.com)