Publicado em 17/07/2011 as 12:00am

Em tarde de pé torto, Brasil perde para o Paraguai nos pênaltis e é eliminado

O Brasil jogou bem, pressionou, pressionou, viu o goleiro Justo Villar realizar grandes defesas e não saiu do 0 a 0 com o Paraguai durante os 90 minutos do tempo regulamentar e mais os 30 da prorrogação.

O Brasil jogou bem, pressionou, pressionou, viu o goleiro Justo Villar realizar grandes defesas e não saiu do 0 a 0 com o Paraguai durante os 90 minutos do tempo regulamentar e mais os 30 da prorrogação.

A condição do gramado na arena de La Plata não permitia que a bola rolasse com perfeição, e muitas falhas nos passes foram registradas na etapa inicial (29% de erros dos paraguaios e 18% dos brasileiros).

A condição do gramado na arena de La Plata não permitia que a bola rolasse com perfeição, e muitas falhas nos passes foram registradas na etapa inicial (29% de erros dos paraguaios e 18% dos brasileiros).

A primeira boa jogada de ataque ocorreu aos 27min, quando o time de Mano Menezes apertou a saída de bola e desarmou os paraguaios. Ganso fez o passe para Robinho, que ajeitou para Neymar. Sozinho na área, o camisa 11 chutou para fora.

Outro arremate com perigo ao gol paraguaio aconteceu cinco minutos depois, em um lance de bola parada. André Santos cruzou, Lúcio deu um carrinho quase na pequena área e Villar salvou com os pés, no reflexo.

Aos 40min, Ramires enfiou a bola para André Santos, que apareceu nas costas da zaga, dominou e chutou por cima do gol. Pato estava sozinho no meio da área, mas não recebeu o cruzamento

Do outro lado, Julio Cesar apenas assistiu ao domínio brasileiro. O ataque paraguaio, sem sua principal referência, Roque Santa Cruz, machucado, não chutou a gol uma vez sequer.

A pressão do time canarinho continuou na volta para a etapa final. Logo aos 3min, Neymar desperdiçou outra grande oportunidade. O jovem de 19 anos recebeu de Pato, cortou o zagueiro e bateu. A bola passou pelo goleiro, porém o zagueiro Alcaraz salvou de carrinho.

A partir daí só deu Justo Villar, que realizou grandes intervenções após chutes de Ganso e Pato. O camisa 9 entrou duas vezes sozinho na área, mas parou no camisa 1 rival.

Mano colocou Fred no lugar de Neymar. O camisa 19 conseguiu superar Villar com uma cabeçada precisa, porém Barreto salvou em cima da linha.

Na prorrogação, os brasileiros não mantiveram o ritmo forte. Aos 12min, Lucas Leiva e Alcaraz se desentenderam, iniciaram uma confusão entre os dois times e foram expulsos. E o placar não saiu do zero.

Fonte: UOL.COM.BR