Publicado em 19/08/2011 as 12:00am

Flamengo volta a perder por três gols de diferença após pouco mais de nove meses

O Flamengo só havia sofrido uma derrota na temporada (2 a 1 para o Ceará, dia 5 de maio, pelas quartas de final da Copa do Brasil) até entrar em campo para enfrentar o Atlético-GO, na noite da última quinta-feira, no Engenhão. Ao deixar o gramado após uma

O Flamengo só havia sofrido uma derrota na temporada (2 a 1 para o Ceará, dia 5 de maio, pelas quartas de final da Copa do Brasil) até entrar em campo para enfrentar o Atlético-GO, na noite da última quinta-feira, no Engenhão. Ao deixar o gramado após uma goleada por 4 a 1, o time experimentou a sensação que não vivia desde o dia 13 de novembro de 2010.

Na ocasião, já comandado por Vanderlei Luxemburgo, o Rubro-Negro foi goleado pelo Atlético-MG, na Arena do Jacaré, pelo mesmo placar. Mais de nove meses depois, o sabor desagradável voltou com tudo.

Mesmo com o revés, o time manteve a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com 34 pontos. Ciente do péssimo resultado, o treinador rubro-negro acredita que os pontos perdidos para o Atlético-GO são irrecuperáveis.

“Esta derrota vai fazer falta. Jogando em casa é sempre ruim. Agora, o Corinthians está com três pontos na frente e com uma vitória a mais. Porém, ainda tem muita coisa para acontecer. Em oito meses, foram só duas derrotas. Isso tem que ser levado em conta. É muito difícil se manter tão concentrado em uma sequência desgastante de jogos. Dá uma relaxada, acontece”, explicou.

O fato é que o Flamengo não tem muito tempo para lamentar a goleada. Na tarde desta sexta-feira, o elenco se reapresenta no CT Ninho do Urubu, em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro, para iniciar a preparação para o jogo do próximo domingo, contra o Internacional, às 16h, no Beira-Rio, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após cumprirem suspensão contra o Atlético-GO, Ronaldinho e Renato Abreu retornam normalmente ao time.

Fonte: UOL.COM.BR