Publicado em 18/10/2011 as 12:00am

Juvenal critica Adilson por escalar Rivaldo e descarta renovar contrato com o meia

O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, entende que uma das razões para o fracasso de Adilson Batista no clube foi ter ouvido demais os pedidos da torcida para colocar Rivaldo em campo. O dirigente tricolor informou ao Jornal da Tarde que o meio-camp

O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, entende que uma das razões para o fracasso de Adilson Batista no clube foi ter ouvido demais os pedidos da torcida para colocar Rivaldo em campo. O dirigente tricolor informou ao Jornal da Tarde que o meio-campista não terá seu contrato renovado.

O vínculo de Rivaldo termina no fim do ano, existindo preferência de renovação por mais uma temporada.

“Rivaldo é um grande profissional, disciplinado, mas já não é mais aquele jogador”, declarou Juvenal ao JT.

A cúpula do São Paulo avalia que o veterano de 39 anos não rendeu o esperado quando começou como titular, citando o empate por 0 a 0 contra o Internacional.

Juvenal acredita que Adilson errou ao tentar se aproximar da torcida tricolor utilizando Rivaldo em campo.

“Às vezes, ele [Adilson] parecia querer atender ao pedido do torcedor para pôr o Rivaldo. E muitas vezes não era o caso...Contra o Inter, por exemplo, o Rivaldo ficou o jogo todo em campo, mas não estava bem. Perdeu um gol claro. Adilson é um bom cidadão, mas não deveria querer contemporizar, agradar à torcida, ao grupo e à mídia. O compromisso aqui é com a instituição”.

A presença de Rivaldo entre os titulares é um assunto polêmico e recorrente no Morumbi. Paulo César Carpegiani constantemente era chamado de "burro" pela torcida por deixar o camisa 10 na reserva em determinados jogos.

Na eliminação do clube na Copa do Brasil, Rivaldo externou publicamente sua insatisfação por não ter entrado em campo diante do Avaí, em Florianópolis. A diretoria multou Rivaldo na ocasião, e o meia e Carpegiani declararam posteriormente que haviam se entendido.

Em sua chegada ao São Paulo, Adilson relacionou Rivaldo entre os titulares. No período em que Adilson esteve no comando, Rivaldo alternou jogos como titular e reserva.

Fonte: UOL.COM.BR