Publicado em 2/02/2012 as 12:00am

Patricia Amorim muda o discurso e técnico Vanderlei Luxemburgo é demitido do Flamengo

A noite de quarta-feira no Flamengo foi tumultuada nos bastidores do clube.


A noite de quarta-feira no Flamengo foi tumultuada nos bastidores do clube. A notícia da demissão do técnico Vanderlei Luxemburgo vazou para o elenco rubro-negro antes do duelo contra o Real Potosí, pela primeira fase da Copa Libertadores. A presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, momentos antes da partida, negou veementemente a saída do comandante rubro-negro que, após a classificação para a fase de grupos, garantiu que não foi informado de nada e estaria no comando do clube. No entanto, a mandatária do clube da Gávea agiu de forma contrária ao seu discurso e, após reunião na tarde desta quinta-feira, na casa do vice geral, Hélio Ferraz, foi decidida a saída do treinador.

Um dos grandes articuladores desta ação foi o vice-presidente de finanças, Michel Levy. O dirigente, braço direito de Patrícia Amorim, que está tratando de todos os detalhes desta demissão. Além de Luxemburgo, haverá uma limpa na comissão técnica do Flamengo. O supervisor de futebol, Isaias Tinoco, o preparador físico, Antônio Melo, além do auxiliar Antônio Lopes Júnior também serão dispensados com a saída do treinador do comando técnico do clube. Apenas o diretor de futebol, Luiz Augusto Veloso, será mantido em seu cargo após esta reunião, mas terá um cargo diferente.

Um dos maiores problemas da demissão de Vanderlei Luxemburgo no cargo era uma multa no contrato do treinador. Caso o Flamengo resolvesse dispensar o treinador, o clube teria de pagar R$ 4 milhões ao técnico. Michel Levy será o responsável por levantar estes recursos para solucionar o problema. A ideia da diretoria é de economizar com o próximo comandante rubro-negro para custear esta demissão.

A saída do técnico irá solucionar parte dos problemas da cúpula de futebol do Flamengo, já que Vanderlei Luxemburgo não tinha mais um bom relacionamento com o elenco, principalmente com o meia Ronaldinho Gaúcho. Ainda não se sabe qual será o novo comandante, mas Joel Santana, atualmente no Bahia, e Renato Gaúcho, sem clube, são os mais cotados para dirigir a equipe.

Fonte: (da uol)