Publicado em 14/04/2012 as 12:00am

Com chuva, Santos abre jogo do centenário sem 'ataque do século' e com poucos torcedores

Com chuva, Santos abre jogo do centenário sem 'ataque do século' e com poucos torcedores


O jogo de abertura das comemorações no dia do centenário do Santos neste sábado na Vila Belmiro foi atrapalhado pela chuva, que espantou a torcida – cerca de dois mil torcedores compareceram ao estádio. Além disso, a partida entre os ex-craques da história do clube não contou com nenhum integrante do ‘ataque do século’, formado na época por Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe.

Desta forma, o jogo contou com a presença de poucos ex-atletas de expressão da história santista. Clodoaldo foi a principal estrela da partida. Manoel Maria, Lalá, Jamelli, Abel, Manoel Maria, Lima, Alberto, Marcelo Passos e Márcio Fernandes foram os mais conhecidos da torcida santista.

O time dos ex-atletas mais jovens, comandado por Alberto e Jamelli, venceu a equipe de Clodoaldo por 3 a 2.

“Estamos aqui para festejar esta data maravilhosa, da história linda que o Santos escreveu. Fico honrado por fazer parte desta história. Durante 14 anos eu pude representar o Santos”, afirmou Clodoaldo.

Dez torcedores das arquibancadas também foram convidados para ajudar a formação das duas equipes.

Após o duelo dos ídolos, o Santos promoverá mais um jogo festivo – entre a equipe profissional – com direito a Neymar e companhia – e 100 crianças convidadas, partida intitulada como ‘nós contra a rapa’.

Após os jogos no gramado da Vila, os santistas poderão ir à praia do Gonzaga para fazer a contagem regressiva final no “relógio do centenário”. Na sequência, terá queimas de fogos e shows musicais no local em homenagem ao clube. A dupla sertaneja Chitãzoinho e Xororó será a principal atração musical.

Fonte: (da uol)