Publicado em 19/04/2012 as 12:00am

Após confusão, D. Alves diz que fãs tentaram invadir área reservada a jogadores do Barça

Após confusão, D. Alves diz que fãs tentaram invadir área reservada a jogadores do Barça

Por meio de sua assessoria de imprensa, Daniel Alves negou qualquer tipo de problema mais grave com torcedores no hotel no qual os jogadores do Barcelona se hospedaram em Londres. O lateral direito esclareceu o que houve após o tabloide britânico The Sun publicar uma matéria sobre o caso nesta quinta-feira. Nela, o jornal afirmou que o brasileiro e o atacante Lionel Messi se envolveram em uma confusão, mas sem dar maiores detalhes sobre o que houve.

Segundo a publicação, dois torcedores levaram uma camisa do Barcelona para que Messi a autografasse. No entanto, quando o argentino se preparava para assinar a peça, Daniel Alves teria se irritado com os fãs e se dirigiu a eles com gritos. Ainda de acordo com o The Sun, até a polícia foi chamada para encerrar a discussão.

Daniel Alves deu sua versão para o que aconteceu. Segundo o jogador, em nota divulgada por sua assessoria de imprensa, um grupo de garotos estava no saguão do hotel com fotos e camisas, e ele parou para tirar algumas fotografias e distribuir autógrafos.

Em seguida, de acordo com Daniel, os garotos viram Messi, que estava a caminho do setor reservado à delegação do Barcelona e tentaram alcançá-lo. Eles tentaram entrar nesta área restrita, mas foram contidos por seguranças. Um dos fãs tentou furar o bloqueio e logo os ânimos se exaltaram.

“Percebendo a confusão, pedi para eles irem embora, pois os seguranças iriam chamar a polícia. Neste momento, um deles começou a me filmar com o celular. Pedi para ele parar. Até que os seguranças interferiram e tiraram os rapazes. Foi exatamente assim que aconteceu”, afirmou o lateral.

O desentendimento ocorreu na noite anterior ao jogo contra o Chelsea, disputado nesta quarta-feira, no duelo de ida das semifinais da Liga dos Campeões. Jogando em casa, a equipe inglesa derrotou o Barcelona por 1 a 0 com um gol marcado pelo atacante Didier Drogba.


Fonte: (da uol)