Publicado em 3/05/2012 as 12:00am

Gobbi critica arbitragem no Equador e considera Paulistão maior que a Libertadores

Gobbi critica arbitragem no Equador e considera Paulistão maior que a Libertadores

O presidente do Corinthians, Mário Gobbi, fez duras críticas ao árbitro José Buitrago (COL) e também à recepção do Emelec no duelo no Equador, pelas oitavas. Revoltado, o dirigente disse que o Paulistão é mais importante que a Libertadores, minimizando o fato de o clube não ter conquistado título da competição continental. O Brasileiro é muito maior do que a Libertadores. O Paulista é muito maior do que a Libertadores. O Corinthians não vai ser mais roubado aqui na Libertadores", esbravejou Gobbi à rádio Globo. A bronca de Gobbi começou antes do jogo, quando o elenco foi impedido de treinar no campo em Guayaquil. O Corinthians acabou treinando em um CT cujo gramado estava em péssimas condições. Apesar da irritação, Gobbi avisou que não preparará recepção hostil no duelo de volta, no Pacaembu. Já durante a partida em Guayaquil, Gobbi criticou o árbitro José Buitrago (COL), que teria prejudicado o time paulista no empate por 0 a 0 contra o Emelec. O dirigente não especificou algum lance em que o juiz teria errado, mas criticou os cartões distribuídos aos atletas corintianos. "Como podem botar um incompetente aqui?", declarou Gobbi à rádio Globo. "Eu quero uma arbitragem séria e que ganhe o melhor. Foi um desrespeito ao desporto mundial".

Fonte: Do Uol