Publicado em 5/06/2012 as 12:00am

Sem nome no BID, Ronaldinho Gaúcho não estreia pelo Atlético-MG contra Bahia

Apesar de ter sido relacionado pela manhã por Cuca, entre os 20 jogadores para o jogo contra o Bahia, nesta quarta-feira, às 20h30, Ronaldinho Gaúcho não fará sua estreia pelo Atlético-MG pela terceira rodada do Brasileirão, no Independência. O nome dele

Apesar de ter sido relacionado pela manhã por Cuca, entre os 20 jogadores para o jogo contra o Bahia, nesta quarta-feira, às 20h30, Ronaldinho Gaúcho não fará sua estreia pelo Atlético-MG pela terceira rodada do Brasileirão, no Independência. O nome dele não apareceu no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), nesta terça-feira, e dessa forma ele não poderá estar em campo. De acordo com o presidente Alexandre Kalil, mesmo sem poder estrear, o que deverá acontecer diante do Palmeiras, no próximo sábado, às 21h, fora de casa, Ronaldinho Gaúcho irá com a delegação alvinegra ao Independência para ser apresentado ao torcedor. Isso acontecerá, entretanto, sem pompa e festa. De acordo com o assessor de comunicação do Atlético-MG, Ronaldinho não foi regularizado em função de Federação de Futebol do Rio de Janeiro não ter liberado a documentação. "Inexplicavelmente, a documentação do Ronaldinho não saiu da Federação do Rio de Janeiro e por isso não chegou até a CBF", afirmou. Contratado e apresentado na segunda-feira, quando assinou contrato até 31 de dezembro deste ano e já treinou na Cidade do Galo, Ronaldinho fez exames médicos na tarde desta terça-feira na Clínica Baeta Viana. O Atlético-MG tentou agilizar o procedimento, mas não obteve êxito. Já na segunda-feira, um funcionário do clube mineiro havia iniciado os trâmites burocráticos para legalizar o atleta. Uma das providências foi efetuar o pagamento das taxas necessárias para o registro: R$ 600 junto à Federação Mineira de Futebol, R$ 500 para a Federação do Rio de Janeiro e R$ 7.200 para a CBF, que, na mesma segunda-feira, havia comunicado a retirada do nome de Ronaldinho Gaúcho do BID como jogador do Flamengo, por força de decisão judicial. Na última quinta-feira, Ronaldinho Gaúcho entrou na Justiça contra o Flamengo pedindo a rescisão do seu contrato trabalhista em função de atrasos salariais. Ele cobra dívidas de 13º salário, direitos de imagem e fundo de garantia que totalizam, segundo seus advogados, R$ 40,177 milhões. No BID desta terça-feira, foi publicado o nome de um outro reforço contratado pelo Atlético-MG, o atacante Juninho, que estava no Atlético-GO, que chegou semana passada, foi apresentado pela manhã e relacionado por Cuca. Sem André, suspenso, Guilherme, lesionado, e Ronaldinho Gaúcho não registrado na CBF, Juninho deverá ficar como opção no banco.

Fonte: uol.com.br