Publicado em 10/06/2012 as 12:00am

Ronaldinho diz que Fla é 'página virada' e motivação é ajudar Atlético a ser campeão

Depois de festejar a estreia pelo Atlético-MG com vitória sobre o Palmeiras, por 1 a 0, nesse sábado, Ronaldinho Gaúcho disse que o Flamengo, de onde saiu de forma conturbada, é "página virada" e revelou que sua maior motivação no momento é ajudar seu nov

Depois de festejar a estreia pelo Atlético-MG com vitória sobre o Palmeiras, por 1 a 0, nesse sábado, Ronaldinho Gaúcho disse que o Flamengo, de onde saiu de forma conturbada, é "página virada" e revelou que sua maior motivação no momento é ajudar seu novo clube a sair da fila e conquistar o Campeonato Brasileiro depois de 41 anos.

"Hoje o que me motiva é isso, tentar fazer o Atlético voltar a ser campeão brasileiro. É a maior motivação que eu tenho", admitiu Ronaldinho, que disse se motivar com as críticas que tem sofrido depois de deixar o Flamengo.

"As críticas não me importam, me motivam, só isso, futebol é dessa forma. Venho de uma história complicada com o Flamengo, que é uma página virada, e agora estou num novo clube, um clube que está me fazendo muito feliz em pouco tempo, então estou muito feliz e espero poder retribuir dando título a essa torcida", observou Ronaldinho, que entrou na Justiça para rescindir o contrato com o Flamengo.

Por causa de atraso no pagamento de salários e no recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), Ronaldinho obteve liminar na Justiça do Trabalho para deixar o Flamengo. Em seguida, acertou com o Atlético até dezembro deste ano e foi apresentado na última segunda-feira.

Segundo Ronaldinho Gaúcho, apesar de já ter conquistado títulos importantes como Copa do Mundo e Liga dos Campeões, ainda resta a ele motivação na carreira. "Já conquistei muita coisa, mas voltei para o Brasil para conquistar o que falta. Eu quero fazer o que eu gosto, em que me sinto importante. Isso me emociona, me motiva. Sempre fico feliz", disse o atacante.

Satisfeito de ter acertado com o Atlético, Ronaldinho Gaúcho disse que ainda se emociona em jogar futebol. "Hoje é a coisa que mais me dá alegria, é fazer o que eu gosto, é me dedicar ao máximo, é me sentir importante, é entrar num grupo de jogadores que nem eu entrei agora, em um clube que faz muitos anos que não vence, uma torcida, que é muito apaixonada, então tudo isso me emociona e me motiva, isso me emociona e me faz sorrir a cada final de jogo é porque ainda me sinto feliz para jogar futebol", ressaltou o jogador de 32 anos.

Fonte: uol.com.br