Publicado em 28/06/2012 as 12:00am

Balotelli brilha, Itália derruba favoritismo alemão e decide Euro-12 contra a Espanha

A Itália confirmou sua fama de ser uma seleção que sempre cresce na hora das decisões. Desacreditados no começo da Eurocopa-12, os italianos derrubaram o favoritismo da Alemanha, nesta quinta-feira, em Varsóvia. Com uma vitória por 2 a 1, a Squadra Azzurr

A Itália confirmou sua fama de ser uma seleção que sempre cresce na hora das decisões. Desacreditados no começo da Eurocopa-12, os italianos derrubaram o favoritismo da Alemanha, nesta quinta-feira, em Varsóvia. Com uma vitória por 2 a 1, a Squadra Azzurra se classificou para a final do torneio continental. Mario Balotelli, com dois gols, foi o nome da partida.

Com a vitória sobre a Alemanha, a Itália também garantiu presença na Copa das Confederações-2013, no Brasil. Atual campeã mundial, a Espanha já tem vaga assegurada no torneio. Os alemães seguem como ‘fregueses’ dos italianos em competições oficiais: em oito jogos (em Copas do Mundo e Euros), foram quatro derrotas e quatro empates.

No domingo, Espanha e Itália disputam a decisão da Eurocopa-12 em Kiev (Ucrânia). A Fúria tenta alcançar seu terceiro título da competição continental e de, quebra, alcançar um feito inédito: nenhuma seleção conseguiu conquistar duas taças da Eurocopa e uma da Copa do Mundo na sequência. Já a Itália busca ser campeã da Euro pela segunda vez.

A Alemanha havia chegado à semifinal da Euro-12 como favorita. Afinal, era a única equipe com 100% de aproveitamento no torneio e fez boas apresentações. A Itália, que correu risco de ser eliminada ainda na primeira fase, teve maior desgaste físico do que os alemães. Nas quartas, os italianos entraram em campo dois dias após os rivais desta quinta e só eliminaram a Inglaterra nos pênaltis.

A Alemanha começou melhor e criou a primeira grande chance aos 5min, quando Pirlo salvou uma finalização de Khedira em cima da linha. Buffon fez boa defesa aos 12min em chute forte de Kroos. A Itália tinha dificuldades para sair da forte marcação alemã, mas teve sucesso aos 20min. Cassano se livrou da marcação de Hummels e cruzou da esquerda; Balotelli cabeceou e abriu o placar.

Buffon evitou o empate duas vezes ao defender as conclusões de Özil e Khedira. Se o goleiro brilhava, Balotelli também se destacava. O atacante recebeu belo lançamento de Montolivo e encheu o pé para fazer um golaço aos 36min e deixar a Itália em situação tranquila para a etapa final.

Para o segundo tempo, o técnico Joachim Löw mudou o ataque alemão: saíram Mario Gómez e Podolski e entraram Klose e Reus. A pressão alemã se intensificou, mas a Itália resistiu bem às investidas. Balotelli esteve perto de fazer mais um aos 14min, quando driblou Badstuber e bateu com força; a bola foi para fora.

Herói italiano, Balotelli sentiu cãibras e foi substituído por Di Natale. Löw mandou o time para frente com a entrada de Müller no lugar de Boateng, mas sem grande efeito. Quem esteve perto de marcar foi a Itália, em chute cruzado de Marchisio aos 29min.

Já nos acréscimos, Özil diminuiu ao converter uma cobrança de pênalti. A Alemanha, porém, teve pouco tempo para buscar o empate e a Itália comemorou a ida à decisão da Euro-12.

Fonte: uol.com.br

Top News