Publicado em 30/06/2012 as 12:00am

Três atletas do Boca Juniors ficam sem contrato e viram dúvidas contra o Corinthians

O Boca Juniors enfrenta problemas para definir os jogadores que serão relacionados para a partida contra o Corinthians, quarta-feira, no Pacaembu. Três jogadores encerrarão contrato com o clube nesta semana e correm risco de não

O Boca Juniors enfrenta problemas para definir os jogadores que serão relacionados para a partida contra o Corinthians, quarta-feira, no Pacaembu. Três jogadores encerrarão contrato com o clube nesta semana e correm risco de não atuar na final: o zagueiro Schiavi, o lateral Roncaglia (autor do gol no primeiro jogo) e o atacante Cvitanich. O clube argentino dá como certa a presença do trio, mas eles ainda não assinaram novo contrato, conforme destacou a edição deste sábado do jornal Olé..

@

Dos três, o atacante Cvitanich é quem tem caso mais complicado. Ele cumpre neste sábado seu último dia de contrato com o time argentino. O Ajax, da Holanda, é o detentor dos direitos do atleta.

O Boca dava como certa a presença de Cvitanich e contava com o pagamento de um seguro de 80 mil euros para que ele disputasse a decisão. Mas o Ajax avisou que só libera o atleta mediante um "sinal" de compra de metade dos direitos do atleta, avaliado em 2,5 milhões de euros.

Mesmo com o pedido do Ajax, a diretoria do Boca segue otimista e crê em um acerto com os holandeses.

"Isso nos surpreendeu porque nós íamos definir isso fazendo o seguro [80 mil euros]. Mas agora não podemos fazer [depositar sinal de 50% dos direitos]", informou o presidente do Boca, Daniel Angelici.

O jogador entrou no segundo tempo do empate contra o Corinthians por 1 a 1. Ele vai para a Holanda para tentar convencer os dirigentes locais a ficar no Boca até a próxima semana.

Com Roncaglia, a diretoria do time argentino dá como certa a extensão do acordo por mais 4 dias. Ele já está apalavrado com a Fiorentina, que receberá um valor ainda indefinido para receber o jogador com atraso.

"Estou otimista porque ele quer jogar. Seria um sucesso ele deixar o clube como campeão da América", disse José Requejo, dirigente do departamento de futebol do Boca, à publicação.

Já o veterano Schiavi também negocia a prorrogação do vínculo, mas pede um contrato longo. O Boca Juniors não tem intenção de firmar contrato por longo tempo, mas também dá como certa a permanência do zagueiro.

Com Roncaglia, a diretoria do time argentino dá como certa a extensão do acordo por mais 4 dias. Ele já está apalavrado com a Fiorentina, que receberá um valor ainda indefinido para receber o jogador com atraso.

"Estou otimista porque ele quer jogar. Seria um sucesso ele deixar o clube como campeão da América", disse José Requejo, dirigente do departamento de futebol do Boca, à publicação.

Já o veterano Schiavi também negocia a prorrogação do vínculo, mas pede um contrato longo. O Boca Juniors não tem intenção de firmar contrato por longo tempo, mas também dá como certa a permanência do zagueiro.

Fonte: uol.com.br