Publicado em 17/07/2012 as 12:00am

Oscar faz exames médicos para acertar transferência para o Chelsea

Poucas horas depois de a seleção brasileira desembarcar na Inglaterra, o meia Oscar foi liberado para definir o seu futuro. Uma comitiva do Chelsea, da qual fazia parte um médico, visitou o hotel do Brasil em Saint Albans, região metropolitana de Londres,

Poucas horas depois de a seleção brasileira desembarcar na Inglaterra, o meia Oscar foi liberado para definir o seu futuro. Uma comitiva do Chelsea, da qual fazia parte um médico, visitou o hotel do Brasil em Saint Albans, região metropolitana de Londres, para finalizar a contratação do meia de 20 anos, camisa 10 do Brasil na Olimpíada.

O clube inglês deve anunciar em breve a contratação. O mesmo aconteceu com Thiago Silva na semana passada, no Rio de Janeiro. Representantes do Paris Saint-Germain foram ao hotel da seleção com uma papelada em mãos e fecharam a aquisição do zagueiro. Horas depois, o time francês oficializou o reforço.

Dessa forma, o Internacional aceitou a oferta do atual campeão da Liga dos Campeões. A negociação gira em torno de 25 milhões de libras, mas o Colorado tem direito a 50% deste valor pela divisão dos direitos do atleta.

A venda será oficializada pelo clube gaúcho ainda nesta semana. A saída de Oscar já vem sendo especulada nas últimas semanas, com alguns jornais ingleses inclusive cravando o negócio envolvendo libras. Mas o acerto com o Chelsea ocorreu somente nesta terça.

Oscar deixa o Beira-Rio após dois anos. Durante este período, travou uma disputa judicial com o São Paulo por causa de sua rescisão unilateral, ocorrida em meados de 2009. Logo após o acordo do Inter com o Tricolor, pipocaram interessados na contratação.

Tottenham, Barcelona, Inter de Milão e Chelsea se mexeram por Oscar. Mas os atuais campeões da Europa foram os que chegaram mais rápido na diretoria vermelha. No primeiro contato, até o empresário Kia Joorabchian se reuniu com o presidente Giovanni Luigi para tratar do assunto.

Oscar deixa o Internacional após disputar 70 partidas oficiais. Neste período, marcou 19 gols. Conquistou o Gauchão de 2011 e 2012 além da Recopa Sul-Americana de 2011. Nesta temporada se tornou peça-chave na formação de Dorival Júnior, porém chegou a ficar impedido de atuar em virtude do imbróglio jurídico com o São Paulo.

Fonte: uol.com.br