Publicado em 19/07/2012 as 12:00am

Assustado com pressão, Riquelme rejeita Flamengo

Juan Román Riquelme não irá ser o sonhado camisa 10 do Flamengo. Na noite da última quarta-feira, a diretoria acertou os últimos detalhes da contratação do atleta e apresentou as garantias financeiras exigidas pelo estafe do argentino. No entanto, ao mesm

Juan Román Riquelme não irá ser o sonhado camisa 10 do Flamengo. Na noite da última quarta-feira, a diretoria acertou os últimos detalhes da contratação do atleta e apresentou as garantias financeiras exigidas pelo estafe do argentino. No entanto, ao mesmo tempo, o desempenho pífio do time na partida contra o Corinthians - derrota por 3 a 0 - e a pressão da torcida, que vaiou, xingou e chegou a ficar de costas para o campo, assustou o jogador. Com isso, o argentino recuou na ideia de se transferir para o Brasil e decidiu recusar a proposta rubro-negra.

"O Riquelme disse que o problema não foi financeiro, mas sim futebolístico. Ele até elogiou nossa proposta, agradeceu, mas disse que ficou assustado com ontem [jogo contra o Corinthians]. Não gostou da atuação do time, da reação da torcida, da pressão daqui. Ficou complicado, infelizmente. Uma pena, pois fizemos todos os esforços para contratá-lo", lamentou o diretor de futebol Zinho.

Para deixar Riquelme tranquilo em relação ao pagamento de seus salários, o Flamengo recorreu à TV Globo e, através de adiantamento de cotas de transmissão de jogos, assegurou que o valor acertado ficaria em dia. O argentino ganharia R$ 500 mil mensais no clube da Gávea.

"Até uma questão de contrato nós acertamos. Nós sugerimos até o final de 2013, ele queria dois anos. Pediu garantia, nós demos. O problema foi dentro de campo. Ele agora deve acertar com outro time", comentou Zinho.

Riquelme decidiu abandonar o Boca Juniors após o vice-campeonato da Copa Libertadores deste ano. Além de Flamengo, Cruzeiro e Grêmio se interessaram em trazer o jogador para o Brasil. No entanto, o argentino não se animou. O destino do atleta segue incerto.

A imprensa argentina noticiou nesta quinta-feira o interesse do Rosário Central, atualmente na segunda divisão da Argentina. O clube, no entanto, negou as informações e destacou que não negocia com os empresários de Riquelme.

Negociação conturbada

O polêmico "não" de Riquelme é o desfecho de uma negociação conturbada desde o início. Assim que anunciou que deixaria o Boca Juniors após o fim da edição deste ano da Copa Libertadores, o meia admitiu o interesse em jogar no Flamengo. O clube, por sua vez, mesmo interessado, decidiu manter o sigilo da negociação e despistar a imprensa sobre as conversas que já vinham acontecendo.

No início desta semana, após a publicação da informação que o vice de finanças do clube, Michel Levy, estava na Argentina conversando com Riquelme, Zinho ficou insatisfeito com o vazamento e chegou a dizer que o Flamengo não teria sequer cogitado a hipótese de negociar com o jogador. Na última quarta, no entanto, com o andamento avançado do negócio, ele se calou. E nesta quinta, em entrevista coletiva, após anunciar a recusa, o diretor disse que o argentino sempre interessou ao clube.

Fonte: uol.com.br