Publicado em 26/07/2012 as 12:00am

Brasil sofre apagão no segundo tempo, mas vence Egito por 3 a 2

Parecia que seria fácil, com três gols logo no primeiro tempo. Entretanto, a seleção olímpica do Brasil sofreu apagões na defesa no segundo e passou sufoco, mas conseguiu vencer o Egito por 3 a 2 na estreia na Olimpíada de Londres, em Cardiff (País de Gal

Parecia que seria fácil, com três gols logo no primeiro tempo. Entretanto, a seleção olímpica do Brasil sofreu apagões na defesa no segundo e passou sufoco, mas conseguiu vencer o Egito por 3 a 2 na estreia na Olimpíada de Londres, em Cardiff (País de Gales), nesta quinta-feira.

Rafael, Leandro Damião e Neymar marcaram os gols, e o time de Mano Menezes teve chance até de ampliar nos 45 minutos iniciais. A vantagem obtida foi importante para compensar os vacilos da defesa e a insegurança do goleiro Neto no segundo, quando Aboutrika e Salah diminuíram para os egípcios.

No outro confronto do Grupo C, o Belarus ganhou da Nova Zelândia por 1 a 0. Portanto, o Brasil larga na frente na chave, por ter anotado mais gols. No domingo, às 11h (de Brasília), a equipe do técnico Mano Menezes encara os europeus em Manchester.

Diante de um time tecnicamente fraco, a seleção pentacampeã mundial se impôs a partir dos os 16 min, quando Rafael tabelou com Oscar, recebeu na área, se livrou da marcação e bateu de canhota, no canto direito do goleiro Elshenawi.

Aos 25 min, mais uma vez Oscar cumpriu o papel de garçom. O camisa 10 ganhou na corrida, driblou o goleiro e rolou para o meio da área. Leandro Damião apareceu sozinho para e estufou a rede.

Aos 30 min foi a vez de Neymar entrar em cena e puxar o contra-ataque pelo meio. O camisa 11 rolou para Hulk, que devolveu com perfeição para o próprio Neymar cabecear e ampliar a vantagem.

Apesar de o ataque egípcio estar inoperante na etapa inicial, o estreante goleiro Neto, que virou titular por conta da lesão de Rafael, deu um susto nos brasileiros aos 12 min, quando o placar ainda apontava 0 a 0. A bola foi recuada para o camisa 18, que se atrapalhou para repô-la e chutou em cima do atacante Meteab. Por sorte a bola subiu e foi por cima do gol vazio. Seria uma grande lambança.

Os egípcios tentaram voltar para o jogo logo aos 6 min do segundo tempo. A bola foi cruzada na área, bateu na trave e, no rebote, Aboutrika tocou no canto.

Antes dos 15 min, o time do Oriente Médio teve duas chances claras de fazer o segundo, em vacilos da defesa brasileira, porém desperdiçou.

Aos 30min, a bola foi lançada, Juan se atrapalhou e o camisa 11 Salah bateu colocado, no canto de Neto. O time da África foi para cima, principalmente com bolas alçadas na área, mas não atingiu o empate. Enquanto isso, o Brasil quase fez o quarto no contra-ataque, com Neymar.

Fonte: uol.com.br

Top News