Publicado em 16/08/2012 as 12:00am

Santos aposta na dupla Neymar e André

O Santos enfrenta o Figueirense nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), em Florianópolis, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, tentando mudar o "quadro" de pior visitante da competição. Em oito jogos, a equipe santista não venceu nenhum, perdeu cin

O Santos enfrenta o Figueirense nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), em Florianópolis, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, tentando mudar o "quadro" de pior visitante da competição. Em oito jogos, a equipe santista não venceu nenhum, perdeu cinco e empatou três.

Se não bastasse, o alvinegro praiano ainda não balançou as redes jogando fora de casa. Somando os acréscimos dos árbitros nas oito partidas disputadas como visitante, o Santos está há 751 minutos sem marcar gol como visitante.

Para quebrar o jejum, o técnico Muricy Ramalho aposta na melhor dupla de ataque do Santos na "geração Neymar". A reestreia de André e a possível presença de Neymar contra os catarinenses colocam em campo um ataque com média de 1,14 gols por jogo.

Somando apenas os jogos pela equipe profissional do Santos, Neymar e André marcaram 48 gols em 42 partidas entre 2009 e 2010. A dupla com Borges marcou mais gols, 51 vezes, mas em 46 jogos – média de 1,1 gols por jogo.

O UOL Esporte revelou a formação utilizada por Muricy em treino secreto na última quarta-feira, no CT Rei Pelé. André treinou entre os titulares ao lado de Victor Andrade, porém, o treinador aguarda o aval de Neymar para colocar a dupla de sucesso em campo.

Após defender a seleção brasileira em amistoso contra a Suécia, em Estocolmo, o craque pegou um jatinho fretado pelo clube e viajou 15 horas direto até Florianópolis. O jogador ficará descansando no hotel onde a delegação santista está concentrada, e terá uma conversa com Muricy sobre sua participação no jogo contra os catarinenses.

Muricy Ramalho não está satisfeito com o ataque do Santos e, por isso, já testou nove duplas ofensivas durante as 14 rodadas do Campeonato Brasileiro. Neymar, Borges, Miralles, Dimba, Rentería, Alan Kardec, Victor Andrade, Bill e João Pedro foram utilizados no setor.

Fonte: uol.com.br