Publicado em 8/11/2012 as 12:00am

Irregularidade corintiana em 23 jogos faz algoz de 2010 tirar 14 pontos

Postulante ao título brasileiro desde o início do campeonato, quando venceu nove partidas, empatou uma e registrou o melhor início da história dos pontos corridos, o Corinthians não vence duas partidas seguidas há 23 rodadas, desde julho. A irregularidade

Postulante ao título brasileiro desde o início do campeonato, quando venceu nove partidas, empatou uma e registrou o melhor início da história dos pontos corridos, o Corinthians não vence duas partidas seguidas há 23 rodadas, desde julho. A irregularidade faz com que outros times encostem no topo da tabela e virem concorrentes para levantar o troféu.

Campeão em 2010, quando assumiu a ponta na 36ª rodada e acabou como algoz do time de Parque São Jorge, o Fluminense pode repetir o feito. Entrou de vez na disputa pelo bi, ao bater o Internacional fora de casa e ver Corinthians, Vasco e Botafogo perderem seus jogos no fim de semana passado.

Na 10ª e 12ª rodadas, o Corinthians chegou a abrir 14 pontos sobre o Flu, que estava em crise. A diferença agora caiu para dois (58 contra 56 pontos). O Vasco é o segundo, com 58 e um triunfo a menos que o time paulista.

O cenário mudou porque a equipe do técnico Abel Braga lidera o segundo turno com 31 pontos em 14 rodadas, enquanto os comandados de Tite somaram apenas 21 e ocupam o décimo lugar na segunda metade do campeonato.

A preocupação aumenta não só porque o tricolor carioca está em ascensão, mas também pela tabela, já que o Flu tem pela frente dois compromissos em casa, contra América-MG e Grêmio, enquanto o Corinthians recebe o Atlético-PR e visita o Ceará.

Além disso, o rival do Rio é o único que soma mais vitórias do que o alvinegro paulista (18 contra 17), num possível critério de desempate.

“Na teoria tudo é fácil, mas na prática está bastante complicado. Dependemos só da gente, não precisamos pensar na tabela do Vasco e do Fluminense. Não fizemos nossa parte [contra o América], quando teríamos feito três pontos e aberto cinco do Fluminense. A gente depende só do nosso grupo, fazer a força prevalecer no Pacaembu", declarou o ex-capitão Chicão, em entrevista à rádio Estadão-ESPN.

Nas últimas 23 vezes que entrou em campo, o time de Tite perdeu nove vezes, empatou seis e ganhou oito, um aproveitamento pífio de 43,5%.

A surpreendente derrota para o lanterna América-MG, no estádio repleto de torcedores corintianos, em Uberlândia, gerou novas críticas ao elenco alvinegro.

“Aqui ninguém é cagalhão”, esbravejou o treinador. “A lamentação é de um dia. Temos de colocar o dedo na ferida e, no outro, voltar a trabalhar. Temos de ouvir e absorver as críticas, pois jogamos mal e estivemos abaixo do padrão.” 

Fonte: uol.com.br