Publicado em 10/04/2013 as 12:00am

Júnior Negão diz que seleção não é mais tão forte: 'Paramos no tempo'

Técnico reclama que não houve renovação e afirma que Brasil não vai ganhar fácil como na sua época de jogador. Apesar de ataque positivo, zaga preocupa

Recuperar a alegria e o espírito ofensivo, mesclando juventude e experiência, em busca de uma das três vagas para a Copa do Mundo de futebol de areia, que será realizada entre os dias 18 e 28 de setembro no Taiti. Essas eram as principais metas da seleção brasileira no início do ano. Uma das estratégias no processo de preparação é estimular a concorrência entre os jogadores. Júnior Negão já deu um exemplo da linha de trabalho no mês de janeiro, depois de assumir o comando da seleção e convocar mais de 30 atletas. Apesar da evolução, o técnico destaca que o Brasil precisa se adaptar a uma nova realidade. Ao contrário de antigamente, quando Negão atuava dentro de quadra, o time canarinho "não é mais tão espetacular" e terá que aprender a superar obstáculos pelo caminho. Ao lado de Junior, Zico, Edinho e Magal, Negão marcou a "época de ouro" do futebol de areia, uma geração valiosa e pioneira, que dominava o circuito mundial.

Fonte: www.globo.com