Publicado em 15/04/2013 as 12:00am

Teve Isso! Paternidade discutida, celulares refletores e pênalti bizarro

Curiosidades do futebol brasileiro no fim de semana têm ainda desabafo de Rivaldo, intruso na festa do Peixe e jogador que muda o nome e faz gol


Uma espécie de disputa de paternidade entre ex-colegas de time, mais um show de Neymar, um pênalti cobrado de forma bizarra e muito mais. O Teve Isso! desta segunda-feira traz o que rolou de mais curioso no fim de semana no futebol brasileiro. Confira!

Sem segundo uniforme, goleiro queria jogar com camisa do Flamengo

Sem uma segunda opção de camisa para goleiro, o arqueiro do Alto Acre, o boliviano Juan René Gonzalez, mais conhecido como Colha, tentou jogar com a camisa do Flamengo, clube carioca. O fato aconteceu na partida contra o Rio Branco, na noite deste domingo (14), no estádio Antônio Aquino, o Florestão, pelo Campeonato Acreano 2013. O jogador, que tem 34 anos e diz ter atuado em algumas equipes da Bolívia, como La Paz e Bolívar, lamentou o fato do clube não ter o uniforme de número dois para goleiro. Colha é preparador de goleiro do clube e substituiu Thiago, titular da posição. Sem opção, o boliviano acabou usando uma camisa do goleiro do Juventus-AC, time que jogou a partida preliminar contra o Galvez, também pelo Estadual. A confusão não deu muita sorte ao Alto Acre que perdeu por 2 a 0 para o Estrelão.

Fonte: www.globo.com