Publicado em 1/05/2013 as 12:00am

Tardelli assume 'imaturidade' no São Paulo, nega mágoa e exalta o Galo

No reencontro com clube que o criou, atacante diz que conquista da Libertadores neste ano terá sabor melhor do que a de 2005 pelo Tricolor


Diego Tardelli nasceu e cresceu no futebol no São Paulo, há dez anos. Fez gol em final de Libertadores, foi contestado, afastado, reintegrado, elogiado, criticado, negociado... A partir desta quinta, no Morumbi, o atacante do Atlético-MG terá, em dois jogos, a missão de levar seu time às quartas-de-final da Libertadores diante do clube que o criou e que o fez viver tantas emoções no início de carreira.

Recuperado de um estiramento no músculo posterior da coxa direita - sofrido na vitória sobre o Arsenal, da Argentina, em Belo Horizonte -, o atacante atleticano garante não vai pisar no gramado do Morumbi com mágoa. Dos 140 jogos que fez pelo São Paulo, em quase metade foi reserva (67). Nunca foi uma unanimidade.

- Queria ter o status que tenho no Atlético hoje na minha época de São Paulo, mas acho que, pela minha imaturidade, as coisas não deram muito certo. Hoje aqui minha vida mudou, meu maior rival é o São Paulo e em Belo Horizonte só se fala deste jogo, as pessoas me param na rua cobrando uma vitória nestas oitavas de final - disse o atacante, autor de seis gols nesta sua segunda passagem pelo Galo.

Fonte: www.globo.com