Publicado em 16/05/2013 as 12:00am

Por rivalidade, Timão quer que Fifa corte 'São Paulo' do nome da arena

Andrés Sanches pede à entidade que pare de chamar estádio em Itaquera de 'Arena de São Paulo', para evitar associação com o rival Tricolor


Oficialmente, a Fifa trata o estádio da abertura da Copa do Mundo de 2014 como Arena de São Paulo. Está assim em seu site oficial e em todos os comunicados enviados pela entidade. Mas o Corinthians, dono do estádio, quer mudar isso. Motivo: o nome remete a um de seus principais rivais, o São Paulo.

À espera de um contrato milionário de venda dos "naming rights" (direitos sobre o nome do estádio), o Timão já adotou Arena Corinthians como nome do estádio que está sendo construído em Itaquera. Mas quer que a Fifa o chame assim também. Para Andrés Sanches, ex-presidente e um dos responsáveis pela obra, a lembrança do Tricolor não cai bem.

Na última terça-feira, em reunião de emergência para alinhar o prazo de entrega do estádio de abertura do Mundial de 2014, que será dezembro deste ano, Andrés Sanches sondou o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, sobre a possibilidade de mudar o nome utilizado oficialmente pela entidade.

Sanches explicou que o nome da capital paulista é o mesmo de um dos principais rivais do time, no caso o São Paulo Futebol Clube, e que o clube gostaria que a Fifa tratasse seu estádio como Arena Corinthians. O corintiano ouviu de Valcke que isso teria de ser solicitado por prefeitura e governo.

Em contato com a reportagem do GLOBOESPORTE.COM, o ex-presidente corintiano confirmou que, diante da abertura de Valcke, vai levar adiante o pedido.

– Vou, sim – respondeu o corintiano.

A Prefeitura de São Paulo, por intermédio de sua assessoria de imprensa, informou que desde o princípio trata o estádio como a diretoria do Timão quer. Acha ainda o pedido do clube paulista justo e se coloca à disposição para ajudar em um pedido oficial para que a Fifa passe a adotar o Arena Corinthians.

O Governo de São Paulo também está disposto a ajudar caso o Timão oficialize por intermédio dele esse pedido. No entanto, uma possível alteração não é vista com bons olhos por questões comerciais. Do jeito que está na visão da Fifa, o estádio está totalmente ligado ao nome da cidade, projetando-a internacionalmente.

Com aproximadamente 76% do projeto concluído, a Arena Corinthians está na reta final de sua construção. A estrutura metálica para a cobertura está praticamente pronta e o sistema de drenagem e resfriamento do gramado está em processo avançado. O local deve começar a receber grama no próximo mês.

Fonte: www.globo.com