Publicado em 9/06/2013 as 12:00am

Belletti diz que seleção atual não é respeitada por falta de títulos importantes

Belletti diz que seleção atual não é respeitada por falta de títulos importantes


A declaração do zagueiro Thiago Silva de que os europeus não têm mais respeito pela seleção brasileira ecoou durante o sábado no treino da equipe em Porto Alegre. O meia Oscar e o técnico Felipão foram alvos de perguntas e questionamentos sobre a afirmação do capitão, que revelou até mesmo um desentendimento com um jogador inglês que teria debochado da equipe brasileira.

No entanto, o ex-jogador Belletti, que agora trabalha como comentarista do Sportv, não concordou com a reclamação do zagueiro do PSG. Para o ex-lateral direito, a camisa da seleção brasileira é – e sempre será – respeitada pelas conquistas do passado. O que pode não existir atualmente, na opinião dele, é o respeito pela atual geração da equipe nacional.

"Depende deles, não adianta exigir respeito se dentro de campo não mostrar que merece. A camisa amarela é respeitada, os jogadores que fizeram por merecer isso são respeitados até hoje", afirmou Belletti ao UOL Esporte, em Porto Alegre.

"Essa geração que joga contra a França e joga a Copa das Confederações não ganhou nada importante. Exigem um respeito que ainda não conquistaram na seleção. Cabe a eles conquistarem isso", completou o comentarista, que ressaltou que o atual elenco ainda é 'muito jovem', e por isso não tem títulos.

De acordo com Belletti, a comparação com gerações anteriores da seleção é difícil, pois são jogadores que têm em seus currículos a conquista de um Mundial – 1994 e 2002, por exemplo.

"Eu não concordo (com o Thiago Silva), até porque, estudando mais agora, a seleção é favorita nas casas de apostas, é a mais respeitada da imprensa internacional. Talvez os jogadores não se sintam respeitados quanto antigamente. Mas aí são campeões do mundo, Cafu, Roberto Carlos, Rivaldo, Ronaldo, Romário, que conquistaram Copa. Você ganha o respeito", disse.

Luiz Felipe Scolari, que comandou Belletti na campanha do pentacampeonato mundial, em 2002, falou sobre o assunto durante entrevista coletiva e desafiou as seleções europeias a 'fazerem melhor' que o Brasil

"Podem dizer que não nos respeitam, mas eles vão ter que apresentar alguma coisa melhor", afirmou Felipão. "Porque, de 2002 para cá, as [edições da] Copa das Confederações nós ganhamos", declarou.

O agora comentarista, embora admita que a seleção é bastante jovem, acredita que o grupo engrenará e pode até mesmo conquistar títulos. Para isso, precisa de um entrosamento maior dentro de campo, algo que só virá com a sequência de treinos de Felipão.

"A seleção tem grandes jogadores. Pega os 11 titulares, mais as opções que o Felipão tem, é uma baita seleção. Custa é conquistar a confiança do torcedor. A qualidade técnica do time é realmente muito boa. (Falta) Conhecer um pouco mais um ao outro. O grupo é muito bom, e o Felipão tendo tempo e treinando esse time, vai andar. Sabendo que tem qualidade, personalidade, jogadores respeitados no mundo, parte a esperança de que podemos ser campeões", finalizou.

Fonte: www.uol.com