Publicado em 14/07/2013 as 12:00am

Tite defende 1º tempo corintiano e diz que "futebol não é como vôlei"

Tite defende 1º tempo corintiano e diz que "futebol não é como vôlei"


O Corinthians não desagradou completamente o técnico Tite. Embora tenha perdido em casa para o time misto do Atlético-MG, a equipe do Parque São Jorge agradou o comandante no primeiro tempo, quando dominava e teve chance de matar a partida.

“Fizemos 30 minutos muito bons, com volume, agredindo. Em relação a oportunidade, às vezes [tem] aquele ímpeto de definir logo. Pecou um pouquinho [por ter] acelerado demais, mas fizemos 30 minutos muito bons. A partir daí não conseguimos criar tanto, o Atlético conseguiu neutralizar mais”, avaliou Tite, que não viu injustiça no resultado.

“A gente não merecia perder em termos de desempenho. Em resultado, o Atlético-MG foi mais efetivo e mereceu vencer. Futebol não é voleibol, que pode acumular pontos”, concluiu Tite.

O Corinthians, de fato, não esteve mal no primeiro tempo. Em pelo menos quatro oportunidades, os donos da casa conseguiram levar perigo ao gol de Victor. Romarinho perdeu duas chances de cara para o gol, Ralf deu um belo chute de fora da área e Pato bateu mal na única oportunidade que criou.

O problema é que o Atlético-MG teve eficiência para fazer quando pôde. Aos 35 minutos do primeiro tempo, em uma falha de marcação do Corinthians, Rosinei apareceu dentro da área e escorou um cruzamento de Bernard para fazer 1 a 0.

Depois disso, Tite passou a sofrer com o esquema mais recuado dos visitantes. No segundo tempo, ele tentou usar Romarinho no meio e Pato fazendo dupla com Guerrero, chegou a recuar Ibson para volante e colocou Léo na vaga do camisa 7, sem sucesso.

“Eu tentei manter estrutura da equipe e só repor peças, porque perdemos os três articuladores que nós tínhamos [Danilo, Douglas e Renato Augusto]. Coloquei o Ibson, mas ele de costas não tem o mesmo desempenho”, explicou Tite.

Fonte: www.uol.com