Publicado em 27/07/2013 as 12:00am

Mercado: Napoli quebra a banca e argentinos buscam medalhões

Mercado: Napoli quebra a banca e argentinos buscam medalhões


A quarta semana de abertura da janela de transferências não foi tão intensa quanto as anteriores. Exceto para o Napoli, que quebrou a banca e, de uma só vez, oficializou a chegada de três reforços de renome: Gonzalo Higuaín, Pepe Reina e Raúl Albiol. No mais, os clubes europeus não fizeram grandes apostas. Uma aqui, como Nacer Chadli no Tottenham, outra acolá, a exemplo de Kevin Gameiro no Sevilla.

Maiores atenções de maneira geral, apenas na Argentina, onde os dois maiores clubes e o atual campeão nacional fizeram transferências de medalhões de respeito: David Trezeguet no Newell’s Old Boys, Fernando Gago no Boca Juniors e Teo Gutiérrez no River Plate. Nas próximas linhas, confira um resumo de algumas das principais movimentações do mercado nos últimos sete dias:

Bom negócio

Gonzalo Higuaín no Napoli

Edinson Cavani foi embora por um valor altíssimo, € 64 milhões. A melhor maneira de repor? Contratando outro atacante de primeira linhagem. A torcida do Napoli não pode reclamar da perda de seu craque. A discussão se Higuaín conseguirá alcançar o alto nível de Cavani na Serie A é pertinente, mas a qualidade do argentino é inquestionável. Os partenopei passaram a perna no Arsenal e conseguiram trazer o centroavante do Real Madrid por € 37 milhões. E as cenas de idolatria pelo novo reforço começaram antes mesmo de seus exames médicos.

A barganha

Fernando Gago no Boca Juniors

Há seis anos, o Boca Juniors vendeu Gago ao Real Madrid como uma promessa, por € 20,5 milhões. Agora, após passagem por empréstimo ao Vélez, os xeneizes repatriam o volante por € 1,7 milhões. Aos 27 anos, está claro que Gago nunca cumprirá as expectativas criadas um dia em torno de seu nome. Mas não dá para questionar a qualidade técnica do meio-campista, que continua sendo nome recorrente na seleção argentina. Se resistir às lesões que o perseguem nos últimos anos, promete ser um ótimo acréscimo ao time de Carlos Bianchi.

O supervalorizado

Aleksandar Dragovic no Dynamo Kiev

Durante a alta recente do Basel, Aleksandr Dragovic parecia chamar a atenção de grandes clubes europeus. O zagueiro de 22 anos teve seu nome ligado a Manchester United e Internazionale, enquanto outras equipes médias, como Everton e Hamburg, também demonstraram interesse. Quem acabou comprando foi o Dynamo Kiev, por € 9 milhões. O austríaco é um bom jogador e tem cancha para evoluir. Entretanto, o valor é deveras salgado, somando o frenesi sobre Dragovic e o desespero dos Bilo-Syni em reconquistar o Campeonato Ucraniano – somente nesta janela, já gastaram € 46,5 milhões em novos contratados.

A aposta

David Trezeguet no Newell’s Old Boys

A saída de Ignacio Scocco obrigou o Newell’s a correr atrás de outro centroavante. E a nova estrela do ataque foi apresentada nesta semana: Trezeguet, do alto de seus 35 anos. As características são completamente diferentes, com o francês bem mais móvel que o antigo artilheiro. O problema do veterano é que, depois de uma boa temporada de estreia no River Plate, ele pouco fez depois que os Millonarios retornaram à primeira divisão. Difícil imaginar que ele voltará aos bons tempos tão facilmente.

Fonte: www.uol.com