Publicado em 20/10/2013 as 12:00am

Elenco do SP crítica árbitro por expulsão

Elenco do SP crítica árbitro por expulsão, mas Muricy culpa Denilson


O elenco do São Paulo saiu de campo feliz com a vitória por 1 a 0 sobre o Bahia, neste domingo, na Fonte Nova, mas insatisfeito com a atuação do ártbitro Sandro meira Ricci,q eu expulsou o volante Denilson ainda no primeiro tempo e, depois, deu o vermelho também para Maicon, no fim da partida. O técnico Muricy Ramalho, com outro discurso, reclamou de Denilson e isentou a arbitragem.

"Foi correto o juiz, ali não precisa fazer falta, não poderia ter entrado daquele jeito. Juiz foi correto", falou Muricy Ramalho, à Rádio Globo, ainda no intervalo da partida. O treinador criticou Denilson, que tomou o cartão vermelho direto ao fazer falta com a sola do pé em William Barbio, do Bahia.

No elenco, porém, a reação foi outra. O capitão Rogério Ceni foi claro ao dizer que Sandro meira Ricci exagerou na marcação das expulsões.

"Pela TV,  achei que o lance do Denilson não era para expulsão. O do Maicon muito menos. Não tinha entendido se ele tinha xingado. Achei que tinha xingado, mas ele [árbitro] disse que só bateu palmas. Dar cotovelada pode, bater palma, não. As atitudes do árbitro prejudicaram o São Paulo", falou Ceni, após o fim do jogo.

Para o meia Paulo Henrique Ganso, Sandro Meira Ricci poderia ter advertido Denilson apenas com o cartão amarelo na primeira etapa. O atleta ainda afirmou que a expulsão de Maicon, que ironizou advertência do árbitro, também foi exagerada.

"Um pouquinho. Nos dois lances, acho que foi um pouquinho rigoroso. Duas expulsões, poderia ter dado amarelo talvez, não deu pra saber muito bem por que o Maicon foi expulso. Parece que ele bateu palmas, só. Mas faz parte do jogo e a gente teve que correr pelos companheiros", falou Ganso, novamente titular do São Paulo.

Com a vitória, o São Paulo chega a 40 pontos, se distancia da zona do rebaixamento e passa a brigar pelas posições intermediárias na tabela de classificação do Brasileirão. No próximo domingo, pelo campeonato, o time joga em Caxias do Sul contra o Internacional. Antes disso, no entanto, faz o jogo de volta pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, contra a Universidad Católica, quarta-feira, no Chile. Por conta do empate por 1 a 1 no Morumbi, o São Paulo avança às quartas caso vença por qualquer placar ou empate em 2 a 2 ou mais. O 0 a 0 classifica os chilenos.

Fonte: www.uol.com