Publicado em 2/11/2013 as 12:00am

Briga generalizada cancela festa do bi-campeonato do Cruzeiro

Briga generalizada cancela festa do bi-campeonato do Cruzeiro

A tão esperada festa cruzeirense pela conquista do tricampeonato brasileiro não irá mais acontecer. Um trio elétrico já estava posicionado no lado de fora do Mineirão para conduzir a comemoração após o jogo contra o Bahia, neste domingo. Porém, na saída da partida que marcou a entrega da taça ao campeão brasileiro de 2013, os arredores do Mineirão viraram palco de uma briga generalizada (assista ao vídeo acima). A confusão começou quando integrantes de duas torcidas organizadas do Cruzeiro se envolveram em uma grande confusão, que precisou de intervenção da Polícia Militar. O que era festa virou pânico. Pau, pedras, gás lacrimogêneo e gás de pimenta. Assim, a festa teve que ser cancelada. O comandante do Policiamento Especializado da Polícia Militar, Coronel Antônio de Carvalho, explicou como começou o tumulto e a ação da polícia. - Inicialmente, as torcidas Máfia Azul e Pavilhão Independente se confrontaram próximo ao carro de som, ao trio elétrico. Neste confronto, eles começaram a se digladiar com pedras e pedaços de pau e atacar pessoas que não eram das torcidas organizadas. A polícia fez a primeira intervenção e quando ela cessou prendemos algumas pessoas e dispersarmos gradualmente os grupos. Se vocês observarem, vão encontrar uma árvore que foi derrubada. Todos os pedaços de madeira foram retirados e usados como armas. Ao longo de todo o domingo, cerca de 100 pessoas foram antendidas no ambulatório médico do Mineirão. Após a partida, todos os atendimentos foram relativos a balas de borracha e a torcedores que passaram mal por causa dos gases utilizados pela polícia para dissipar a confusão.

Fonte: (G1)