Publicado em 10/02/2014 as 12:00am

Prazo do Fla para desfecho do caso Elias chega ao fim

Russos ignoram regras, mas fazem 'caldeirão' no Cubo de Prazo do Fla para desfecho do caso Elias chega ao fim do curling

O limite traçado pelo próprio Flamengo para acertar o retorno de Elias se encerra nesta segunda-feira, quando a lista de inscritos para a Taça Libertadores deve ser enviada à Conmebol. Mas, até agora, nada de definição. Segundo o pai e procurador do jogador, Eliseu Trindade, nem Flamengo ou Sporting, clube que detém os direitos federativos do volante, entraram em contato para informar sobre a resolução do assunto. Na noite deste domingo, Eliseu conversou por telefone com o GloboEsporte.com e, sem muito otimismo, falou sobre o andamento das tratativas.   

- (Os clubes) estão negociando. Mas ninguém me ligou e falou nada. O que eu sei é que eles (os clubes) estão conversando. Parece que tem evoluído, mas eu não sei porque é entre os clubes e não tenho essas informações - declarou Eliseu.

Se não conseguir enviar a lista nesta segunda-feira, o Flamengo tem a opção de fazê-lo na terça, véspera da estreia, que será diante do León, no México. Neste caso, porém, teria de pagar uma multa de US$ 10 mil (cerca de R$ 24 mil). O clube tem o direito de inscrever 30 atletas para a disputa da fase de grupos. Destes, 22 já estão definidos: são os que viajaram na noite de domingo rumo ao México (veja a lista aqui).

Enquanto não resolve sua situação, Elias vive angustiado. Ele tem treinado com o time B do Sporting e não vem jogando. A família ficou no Rio, na esperança de que o volante acerte o retorno ao Flamengo. 

- Tranquilo ele não está. Está em Portugal, continua treinando, e está apreensivo, querendo uma solução rápida, afinal está há mais de 30 dias com o time e quer atuar. Ele está sozinho lá. Antes eu estava com ele. É um outro problema também, quando não se decide de fato, ele fica sozinho. Tem amigos nossos lá que acompanham, mas de  parente mesmo ele está sozinho. O Davi (filho de Elias) está com a mãe no Rio e aguardando a solução. Existe até essa separação provisória da família. Ele achou que as coisas se resolveriam rapidamente. Queremos uma solução para definir a vida dele e da família - acrescentou Eliseu.

Fonte: (g1)