Publicado em 20/08/2014 as 12:00am

Filhos de brasileiro são destaques no Taekwondo nos EUA

O paranaense de Curitiba Pedro Batista Filho tem todos os motivos para comemorar. Os seus dois filhos estão cada vez mais entre os primeiros no Taekwondo dos Estados Unidos.

O paranaense de Curitiba Pedro Batista Filho tem todos os motivos para comemorar. Os seus dois filhos estão cada vez mais entre os primeiros no Taekwondo dos Estados Unidos. Ele mora neste país já 20 anos e o filho Matthew Batista, 14 anos, nasceu em Miami (Florida), e a filha Victoria Batista, 11 anos, nasceu em Rhode Island. Atualmente a família mora em New Bedford (Massachusetts)

Os dois acumulam medalhas em várias competições que participaram e recentemente venceram pela segunda vez consecutiva o Campeonato Nacional que aconteceu na Califórnia. Pedro ressalta que tanto Matthew quanto Victoria tem um futuro brilhante pela frente neste esporte. “Não é pelo fato de ser pai, pois eu sou atleta e sei quando um lutador tem amor pelo que faz e está no caminho certo”, explica.

Matthew começou a praticar Taekwondo com oito anos de idade e Victoria tinha apenas seis anos quando iniciou seus primeiros passos na arte. Pedro ressalta que em período de competições, os dois treinam cinco dias por semana e têm uma alimentação balanceada. “Como eu sou lutador, sei o que eles precisam fazer para estarem prontos para competir e acompanho passo a passo cada atividade de ambos”, continua.

Os dois treinam em Acushnet, uma cidade vizinha de New Bedford. Matthew luta na categoria peso pena e Victoria na categoria peso médio. Ambos estão na faixa azul, segundo grau, se preparando para pegar a faixa vermelha.

Eles já estão confirmados para disputar a Campeonato Nacional no próximo ano, que acontece dia 4 de Julho no Texas. “Tenho certeza de que eles farão mais uma bela apresentação”, afirma o pai ressaltando que está investindo no talento dos filhos, “Quero que eles continuem treinando, participando de cursos e eventos que fomentem o aprendizado deles”, continua.

Pedro, que é lutador de jiu-jitsu e kickboxer, acrescenta que o esporte faz uma grande diferença na criação dos filhos. “Eles aprendem a ter respeito ao próximo, mais disciplina, controle dos sentimentos e se preparar para a vida”, fala. “Mas nunca devemos esquecer de Deus, que é o único significado para as nossas vidas”, conclui o pai que também é evangélico.

Fonte: Redação Brazilian Times