Publicado em 19/09/2014 as 12:00am

Robson Mau Mau participa de Panamericano de Jiu-Jitsu

O lutador faixa preta de Jiu-Jitsu Robson Mau-Mau participará de mais uma competição importante em sua vida.

O lutador faixa preta de Jiu-Jitsu Robson Mau-Mau participará de mais uma competição importante em sua vida. Ele estará competindo no Pan-americano, que acontece dia 27 em New York. Em conversa com o Brazilian Times, ele disse que se sente preparado para conseguir o título pela segunda vez, já que no ano passado ele foi o grande campeão.

Mau-Mau disputa na categoria Peso Médio e ganhou todas as competições que ganhou nos últimos meses. Entre elas, destaque para Chicago Open (duas vezes) e Boston Open (duas vezes).

O lutador disse que treina duas vezes por dia (manhã e noite) para se preparar para estas competições. Ele também realiza um controle balanceado em sua alimentação. “É preciso cuidar de cada detalhe para que possamos competir de igual com todos”, disse. Mau-Mau também trabalha a parte da musculação na parte da tarde

Para este ano, o lutador explica que está mais experiente do que a o ano passado e que as competições que ele ganhou serviram para impor mais respeito aos adversários. “Hoje, eles entram na competição e sabem do que eu sou capaz. Isso me dá uma vantagem”, continua.

Na semana seguinte ao Pan-Americano, Mau-Mau participará de uma competição na California, onde também espera trazer o título.

O lutador destaca o apoio da Brazilian Martial Arts Center e o professor Marcelo Siqueira. “Ele me dá total apoio para que eu participe destas competições e desde o começo acreditou em meu trabalho”, disse. Mau-Mau traina na academia, onde também recebe ajuda para captação de patrocínio.

Um dos problemas do atleta, ainda, é a carência de patrocínio. Ele disse que precisa de apoio para custear as viagens, alimentação, hospedagem, entre outros. “Mas nem sempre o dinheiro é o mais importante, pois se um restaurante quiser apoiar com a alimentação, já ajudaria muito”, explica.

Os interessados e apoiar o atleta ou saber mais sobre a vida dele é só ligar no telefone (781) 363-7586.

Fonte: Da Redação do Brazilian Times | Texto de Luciano Sodré

Top News