Publicado em 12/11/2014 as 12:00am

Atlético aproveita e abre vantagem contra o Cruzeiro na decisão

O Atlético fez valer o mando de campo a favor no primeiro duelo da final da Copa do Brasil. E mostrou que o presidente Alexandre Kalil acertou ao levar a partida para o Independência

O Atlético fez valer o mando de campo a favor no primeiro duelo da final da Copa do Brasil. E mostrou que o presidente Alexandre Kalil acertou ao levar a partida para o Independência, que se transformou novamente em um ‘caldeirão’. Com torcida única no estádio, o Galo aproveitou a ‘mística’ do Horto e derrotou o Cruzeiro por 2 a 0, na noite desta quarta-feira. Luan abriu o placar no primeiro tempo, enquanto Dátolo ampliou na etapa final, deixando o time alvinegro mais perto do inédito título.

Para levantar a taça no jogo decisivo, no próximo dia 26, no Mineirão, o Atlético só precisa de um empate. Ou mesmo derrota, desde que seja por 1 a 0. O Cruzeiro terá que inverter a vantagem do rival para conquistar o pentacampeonato da Copa do Brasil, com três gols de frente, sem ser vazado. Se repetir o placar do primeiro confronto, o time celeste levará a definição do campeão para os pênaltis.

O Atlético ampliou a invencibilidade diante do Cruzeiro no ‘novo Independência’. Em oito clássicos desde a reinauguração do estádio, foram cinco vitórias alvinegras e três empates. Além disso, o Galo manteve a escrita nas finais da Copa do Brasil. No primeiro duelo da final, desde 1989, primeiro ano de disputa, o time mandante nunca saiu derrotado.

Antes de voltarem a duelar na finalíssima, Atlético e Cruzeiro terão compromissos pelo Campeonato Brasileiro no fim de semana. O time celeste, líder isolado, encara o Santos, neste domingo, às 17h, na Vila Belmiro. Já o Galo retornará ao Independência diante do Figueirense, na mesma data, às 19h30. 

Fonte: www.mg.superesportes.com.br