Publicado em 11/06/2015 as 12:00am

Del Nero aprova mandato de oito anos na CBF, mas só para seu sucessor

Em meio à crise que se instaurou desde a operação do FBI, que prendeu José Maria Marin na Suíça, o atual presidente Marco Polo Del Nero decidiu tomar a iniciativa de limitar os mandatos na CBF (Confederação Brasileira de Futebol). A medida, no entanto, pr

Em meio à crise que se instaurou desde a operação do FBI, que prendeu José Maria Marin na Suíça, o atual presidente Marco Polo Del Nero decidiu tomar a iniciativa de limitar os mandatos na CBF (Confederação Brasileira de Futebol). A medida, no entanto, praticamente não vai servir para ele.

Em assembleia geral na tarde desta quinta-feira, no Rio de Janeiro, as federações aprovaram por unanimidade que a restrição começa a funcionar a partir das próximas eleições. 

Dessa forma, Del Nero poderá ficar, ao todo, se conseguir apoio e quiser continuar, 12 anos à frente da entidade.

O fim do primeiro mandato do cartola será em 2019 (a posse foi em 2015), quando seria, então, a sua primeira candidatura nesse novo formato. A recondução seria em 2023, terminando em 2027, quando ele terá 86 anos.

A diretoria da CBF se negou a comentar o assunto antes da assembleia. Também se recusou a falar qual seria a proposta oficial da gestão. 

Ao adotar a medida, a ideia é que as federações sigam o mesmo caminho, limitando em seus estados, com a permissão de só fazer isso a partir do próximo pleito. 

Fonte: Brazilian Times