Publicado em 25/06/2015 as 12:00am

Firmino 'dribla' blindagem de Dunga para acertar com Liverpool em hotel

Na última quarta-feira, o Liverpool, da Inglaterra, anunciou a contratação do atacante Roberto Firmino. E para ajudar o novo time a fechar a transação de 140 milhões de reais, o atacante da seleção brasileira precisou contar com uma colaboração do técnico

Na última quarta-feira, o Liverpool, da Inglaterra, anunciou a contratação do atacante Roberto Firmino. E para ajudar o novo time a fechar a transação de 140 milhões de reais, o atacante da seleção brasileira precisou contar com uma colaboração do técnico Dunga no Chile, onde o jogador está concentrado para a disputada da Copa América.

Diante de uma intensa blindagem da comissão técnica da seleção contra a presença de empresários, assessores e boleiros nos corredores do hotel que recebe a equipe em Santiago, o atacante precisou "driblar" as ordens de Dunga para fechar sua transferência do Hoffenhein para o Liverpool.

Segundo apurou a reportagem, Firmino manteve conversas intensas com os ingleses na capital chilena nos últimos dias e selou a negociação no hotel da seleção brasileira.

Em entrevista na última terça-feira, um dia antes do anúncio oficial do acerto, Firmino despistou e disse que não pensava no assunto.

"Minha vida está aqui, estou pensando somente na Copa América. Nosso objetivo principal é somente o título", comentou o atacante.

A CBF nega que o contrato tenha sido assinado no hotel. A entidade ainda informou que não há contato com entre empresários e jogadores e que Firmino só foi autorizado, após solicitação ao treinador Dunga, a tirar uma foto com a camisa do Liverpool na manhã da última quarta-feira.

Na noite do mesmo dia, no entanto, o contato ficou ainda mais evidente. O diretor do Liverpool Ian Ayre, que já havia encontrado com Firmino mais cedo, se reuniu com jogadores como Miranda e Filipe Luis no saguão do hotel após o jantar.

A cena, no entanto, não chega a ser uma rotina. Nos dias em que esteve em Santiago, os jogadores tiveram pouco contato com pessoas de fora da delegação que não fossem familiares.

Nesta quinta-feira, a blindagem que já ocorre desde Teresópolis (RJ), quando o grupo se reuniu na Ganja Comary, seguirá. Agora em Concepción, palco do duelo do próximo sábado, contra o Paraguai, pelas quartas de final da Copa América.

Fonte: Uol.com.br