Publicado em 2/07/2015 as 12:00am

Splitter se diz motivado com novo desafio na NBA

Depois de cinco anos vivendo em San Antonio e defendendo os Spurs na NBA, o brasileiro Tiago Splitter, de 30 anos, está de mudança. Vai viver em Atlanta e jogar pelos Hawks. Para abrir espaço em sua folha salarial, a equipe do Texas resolveu mandá-lo para

     Depois de cinco anos vivendo em San Antonio e defendendo os Spurs na NBA, o brasileiro Tiago Splitter, de 30 anos, está de mudança. Vai viver em Atlanta e jogar pelos Hawks. Para abrir espaço em sua folha salarial, a equipe do Texas resolveu mandá-lo para outra equipe. Apesar de tudo estar certo, o anúncio oficial só poderá ser feito a partir do dia 9 de julho. 

     E engana-se quem pensa que o pivô tenha ficado chateado de não continuar na equipe pela qual conquistou o título da temporada 2013/2014. Splitter se diz feliz e motivado para defender o time que foi vice-campeão da Conferência Leste do último campeonato.

     "Vou para um time que encaixa com o meu jogo. Conheço os técnicos e o sistema de jogo. Foi um time que acabou primeiro na temporada regular da passada temporada. Estou feliz e motivado por mudar de casa", disse o jogador em entrevista ao UOL Esporte.

     No Atlanta, Splitter se reencontrará com o técnico Mike Buldenhozer, que até 2013 trabalhava como assistente nos Spurs.

     E o brasileiro também se mostra contente com a nova cidade que irá morar a partir de agora.

     "Conheço Atlanta de jogar lá. É uma cidade grande e bem legal e com voos diretos para o Brasil. Nesse sentido, ficou muito bom. Acho que minha família também vai gostar", disse Splitter, que vive nos Estados Unidos com a esposa Amaya e o filho Benjamin, de quase três anos.

     O pivô também demonstrou toda a sua gratidão pelos Spurs, único time que defendeu em sua carreira na NBA.

     "Claro que é sempre difícil sair de um time como os Spurs, mas a torcida de lá ficará sempre no meu coração que tudo fez por mim", disse o pivô.

     Tiago Splitter ainda tem mais dois anos de contrato na NBA e na próxima temporada receberá um salário de US$ 8,5 milhões (cerca de R$ 26,6 milhões). No campeonato de 2016/2017, seus vencimentos serão de US$ 8,25 milhões (equivalente hoje a R$ 26 milhões).

     Splitter disputou em sua carreira 376 partidas pelos Spurs, incluindo os playoffs da NBA. Ele totalizou 2.985 pontos (média de 7,9 pontos por partida) e apanhou 1.916 rebotes (média de 5,09). Na última temporada regular, o brasileiro registrou médias de 8,2 pontos e 4,8 rebotes por partida.

Fonte: UOL.COM.BR