Publicado em 19/10/2015 as 12:00am

São Paulo troca CEO novamente, e indicado por Abilio deve reassumir

Bourgeois deverá manter o planejamento para implementar governança corporativa

O São Paulo trocará de CEO novamente. O presidente interino Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, demitiu Paulo Ricardo de Oliveira, ex-Penalty, contratado há pouco mais de um mês pelo ex-presidente Carlos Miguel Aidar, e deverá oficializar nos próximos dias o retorno de Alexandre Bourgeois, indicado pelo empresário Abilio Diniz e demitido após menos de três meses no cargo. Procurado pela reportagem, Paulo Ricardo de Oliveira afirmou que não foi comunicado da decisão e que trabalhará nesta segunda-feira normalmente.

Bourgeois foi demitido do São Paulo no dia 10 de setembro, um dia antes do anúncio da contratação do substituto. A justificativa apresentada pelo clube oficialmente foi que o indicado por Abilio Diniz não correspondeu às expectativas. Bourgeois, no entanto, passava por um processo de fritura iniciado depois das primeiras semanas de trabalho, ao tentar iniciar a implementação da governança corporativa com um organograma que tiraria poder de execução do presidente e seus vices. 

Se confirmado o retorno, Bourgeois deverá manter o planejamento para implementar governança corporativa - como apresentado por Abilio Diniz em reunião do conselho deliberativo, o argumento é que essa é a única forma de mostrar credibilidade ao mercado e conseguir renegociar as dívidas bancárias, que entre juros e encargos tiram R$ 8 milhões mensais do clube e consistem no maior problema da crise financeira.

Fonte: uol.com.br