Publicado em 25/04/2016 as 1:00pm

Pelé lança filme em NY e lamenta por gols de cabeça que ficaram fora

Longa conta a trajetória do craque da infância em Minas até Copa do Mundo de 1958. Rei fala em tom de brincadeira ao lembrar de momentos que não aparecem

Aos 75 anos, Pelé virou filme. Depois de recusar inúmeras propostas, o Rei do Futebol resolveu aceitar o projeto de ter sua história contada em um longa que não chega a retratar toda a carreira do craque, mas a trajetória do menino Edson Arantes do Nascimento da infância até a Copa do Mundo de 1958, quando fez dois gols na final, contra a Suécia, aos 17 anos. Ao lançar "Pelé - o nascimento de uma lenda" em Nova York, quinta-feira, ele mostrou bom humor e brincou ao falar da ausência dos gols de cabeça.

“Cobrei deles e falei: pô, fiz um monte de gol de cabeça, subindo por cima do goleiro, como vocês não falam nada?”, disse, em conversa informal com jornalistas, quando chegou a mostrar uma fotografia de uma conclusão de cabeça.

Com a intenção de contar os passos de Pelé até o estrelato, o filme mostra detalhes da infância do menino Edson em Três Corações (MG) até a chegada ao Santos e a consagração pela Seleção, aos 17 anos, quando conquistou o primeiro mundial - e foi de cabeça um dos gols marcados na vitória por 5 a 2 sobre a Suécia.

Mais do que mostrar os lances, o craque diz que a verdadeira intenção é inspirar uma geração que não chegou a vê-lo jogar.

“Tinha muita proposta para fazer filme, toda hora. Então, como era uma coisa do início da minha vida, isso vai servir de exemplo para outras crianças”, explicou.

Para atender ao interesse do mercado internacional, o filme é todo em inglês, mas com elenco de atores brasileiros, como Milton Gonçalves e Seu Jorge, no papel de Dondinho, pai de Pelé. O longa estreia neste sábado nos Estados Unidos. Ainda não há confirmação de quando será o lançamento no Brasil.

Fonte: braziliantimes.com