Publicado em 17/07/2008 as 12:00am

André Luiz Ferreira interpreta o Sô Zé para os leitores do Brazilian Times

Sô Zé despede-se dos "cumpadres"

Massachusetts tem sido o celeiro para a descoberta de grandes atores, neste ano essa é a terceira vez que populares imigrantes despedem-se rumo a uma nova fase na carreira artística de atuações no Brasil. No mês de junho, o jornal Brazilian Times publicou o perfil da atriz e diretora teatral Edel Holz, em seguida, foi anunciado que EE Holz também partiria numa turnê musical, ao lado de sua esposa, e para completar André Luiz Ferreira, o Sô Zé, também comunicou que está de malas prontas.

Depois de provocar risos nos palcos nos palcos norte-americanos, André está retomando os seus projetos e shows em Minas Gerais, Espírito Santo, entre outros estados dos quais já têm data programada para acontecer no Brasil. "Estou em negociações com emissoras de TV no Rio de Janeiro e em São Paulo. Pretendo continuar interpretando o Sô Zé e creio que essa é a mesma expectativa dos diretores humorísticos", disse André.

Lamentando a saudade da audiência imigrante, André incorpora o personagem Sô Zé e também concede uma divertida entrevista exclusiva ao BT.

 

BT: Qual será a sua primeira providência ao chegar ao Brasil?

Sô Zé: Pescar, contar causos com os amigos e beber cachaça, hehehe.

 

BT: Qual foi a sua maior dificuldade nos EUA?

Sô Zé: Falar inglês. Creio em Deus Pai! Essa tal de língua inglesa num entra na minha cabeça di jeito nenhum, não, sô!

 

BT: Você tem medo de voar de avião?

Sô Zé: Uai sô, si tenho! Nunca vi um bicho tão pesado voar e nem asa ele bate. Sabe cumé qui é né, ninguém morre antes da hora, mas se essa hora for a do piloto...

 

BT: O quê você vai levar dos EUA?

Sô Zé: Vou embora em janeiro justamente pra recolher um montinho de neve pra matar a saudade. Tô pensando até em levar um poquinho mais pra módi colocar anilina e vender como sorvete.

 

BT: Qual é o seu recado de despedida para os fãs?

Sô Zé: Pra ocês que tão ficando, eu dou o meu inté logo. Num tô disapontando nem abandonando ocês, só qui tenho qui ver como é que vão os negócios da minha mulher Nadira lá no Brasil.

Todo o mês eu mando o dinheiro para o necessário, mas já tô disconfiando que "Necessário" é o nome de batismo do amante dela. Uai sô, irc!

Ra ra ra, vou vortá e ôceis sabem disso. É chovê no molhado!

 

Revere - Massachusetts

14 de Novembro às 21:30 no Clube Lido

Haverá show da dupla Johnny e Leo e da Banda Ponto Com. Serão sorteados no dia a Van usada para divulgação de shows do Sô Zé entre outros prêmios.

Para mais informações ligar no telefone (781) 241-8782.

Fonte: (Brazilian Times)