Publicado em 7/02/2008 as 12:00am

Conselho de Danbury aprova plano antiimigrante

O departamento de polícia fará uma parceria com o Immigration and Naturalization Service-INS

Da redação

 

 

Os brasileiros e demais imigrantes que moram na cidade de Danbury, em Connecticut, estão apavorados, pois um plano antiimigrante foi aprovado, na noite de quarta-feira (6), pelo Conselho da cidade permitindo que o Departamento de polícia local mantenha uma parceria com o Immigration and Naturalization Service-INS. Desta forma, os policiais terão "status" de agente da imigração e poderão "perseguir" quem estiver ilegal na cidade.

Centenas de pessoas fizeram manifesto diante da prefeitura, visando evitar a aprovação do plano. Diversos protestos foram feitos pela comunidade e empresários que dependem da mão-de-obra imigrante. Muitas lojas estabelecidas na Main Street, fecharam as portas em sinal de protesto à esta lei.

Mesmo assim, o conselho não se sensibilizou e aprovou a lei denominada "287". Foi uma votação esmagadora, em que 19 votos foram a favor do plano de "caça ao imigrante" e apenas dois votaram contrário.

Com esta aprovação, o chefe de polícia Al Baker, tem total autorização para firmar um acordo com o departamento de imigração norte-americana.

Segundo o prefeito Mark Boughton, esta lei se fez necessária diante da deficiência do Governo federal em aprovar uma reforma migratória. "Danbury tem um número alto de trabalhadores indocumentados", acrescenta.

Com o direito da polícia agir como "agente de imigração", algumas lideranças do município temem, "pois os imigrantes ficarão com medo, o que pode afujentar testemunhas imigrantes de algum crime". Além de que grande parte pode deixar a cidade e, desta forma, a economia local seria duramente penalizada.

Com esta perseguição, alguns empresários já temem pelo futuro de seus empreendimentos. Maioria dos restaurantes, companhias de construção, limpeza e outras dependem do imigrante para continuar em atividade.

Fonte: (Brazilian Times)