Publicado em 26/02/2008 as 12:00am

Medo da polícia torna imigrantes alvos de marginais

A perseguição imposta por policiais de alguns estados está cada vez mais frequente

Luciano Sodré

 

Imigrantes recém-chegados, tanto do Brasil, quanto oriundos de outros países estão se tornando o alvo preferido de alguns marginais. Isso porque eles ainda desconhecem o sistema de leis, que rege a segurança deste país e chegaram em um momento crítico, em que muitas prisões de indocumentados têm sido efetuadas por policiais, apoiados pelo Departamento de Imigração.

Depois de algumas cidades terem adotado uma parceria entre Departamento de Polícia e o de Imigração, o temor aumentou entre os imigrantes, principalmente nos que estão no país há pouco tempo. É o caso de Sérgio Bárbara, 31, natural de Minas Gerais.

Ele disse que pagou, ao agenciador que o trouxe, o valor de R$ 14 mil e, ainda, assumiu uma dívida de R$ 10 mil, colocando sua casa como penhora. "Não posso voltar agora para o Brasil, pois não consegui nem se quer pagar a conta que tenho com o coiote que me trouxe pra cá", afirma.

Ele disse que logo que chegou aos EUA, ficou sabendo de dezenas de prisões de ilegais, maioria delas realizadas por policiais e não por agentes da Imigração. "Fico apavorado quando vejo uma viatura policial, mesmo que ela não esteja vindo em minha direção", acrescenta.

Assim como Sérgio, outros imigrantes passaram a temer a polícia e isso está surtindo efeito negativo para a segurança da comunidade. "Se eu for assaltado ou se algum criminoso praticar qualquer ação contra mim, pode ter certeza de que não acionarei a polícia", explica o medo.

Ele teme que "caso vá ao Departamento de Polícia fazer alguma denúncia, acabe sendo preso por se tratar de um imigrante ilegal".

No estado de Massachusetts esta perseguição ainda não acontece com frequência, tal qual em Connecticut e o Governador do estado, Deval Patrick, afirmou que não quer ver a polícia de seu estado envolvido com ações pertinentes ao Departamento de Imigração. Mesmo assim, alguns imigrantes preferem não arriscar.

Sérgio disse que, enquanto "não pagar, pelo menos, a dívida que possui com o agenciador para não perder a casa, não terá sossego".

Com este medo, a ação de alguns criminosos aumentou. Muitos imigrantes já foram vítimas de furtos em suas residências mas não registraram ocorrência com medo de serem detidos por estarem ilegais no país.

O paulista Luis Carlos, 23, trabalha em uma companhia de pintura e há uma semana estava conduzindo seu carro na I95 quando um outro veículo atingiu a parte traseira de seu automóvel. "Eu fiquei apavorado, pois além de estar ilegal no país, ainda usava uma carteira de habilitação falsa", fala salientando que mesmo estando coma razão preferiu não arriscar e seguiu viagem. "O outro motorista deve não ter me denunciado pois ele é quem estava errado", complementa.

Fonte: (Brazilian Times)