Publicado em 23/03/2008 as 12:00am

Fiscal da imigração dos EUA é preso após cobrar favor sexual

Um agente do departamento de imigração dos Estados Unidos foi preso sob a acusação de cobrar favores sexuais em troca de vistos de permanência no país -conhecidos como "green cards".

O caso foi divulgado depois que uma imigrante colombiana gravou conversas em que Issac Baichu, de 46 anos, cobrava favores sexuais em troca da permanência dela no país. Agora, Baichu pode pegar até sete anos de prisão.

Segundo o jornal "The New York Times", Baichu telefonou insistentemente para a moça. Em um encontro ocorrido num estacionamento no dia 21 de dezembro de 2007 ele fez seu preço. "Quero sexo. Uma ou duas vezes. Só isso. E daí você ganha seu green card. E não vai ter que me ver de novo." Depois disso, a forçou a fazer sexo oral.

O que Baichu não sabia era que a colombiana, uma moça de 22 anos e casada com um americano, estava gravando a conversa -e o denunciou à Justiça norte-americana.

Baichu foi preso na semana passada. Ele pagou fiança de US$ 15 mil (cerca de R$ ) e vai responder o processo em liberdade.

O departamento de imigração dos Estados Unidos recebeu mais de 3 mil denúncias de irregularidades contra funcionários nos últimos anos.

Fonte: (G1)