Publicado em 17/04/2008 as 12:00am

Imigrantes em NY reclamam de 'batidas' em ônibus e trens

Família de imigrantes equatorianos foi presa no vagão de passageiros

Uma família equatoriana enfrenta processo de deportação depois que seus membros foram detidos por policiais de imigração em um trem, numa viagem entre Chicago e Nova York. O fato gerou protestos por parte de organizações de direitos humanos pela forma como a operação do ICE foi conduzida: os agentes simplesmente pararam o trem e percorreram os vagões à procura de indocumentados, munidos de armas e cães policiais.

"Os passageiros não são avisados sobre a operação e simplesmente são obrigados a mostrar alguma identidade, senão vão presos, sob a ameaça de cães policiais. Além disso, os indocumentados detidos têm direito à assistência de advogados, o que não está ocorrendo", disse Maria Muentes, da organização Famílias Pró-Liberdade, durante uma manifestação em frente à Penn Station, em Manhattan. Segundo ela, os policiais procuram pessoas que tenham perfil de latino.

Os equatorianos ? um casal e seus dois filhos ? devem retornar ao país natal ainda em abril. "Nunca poderia imaginar que eles iriam realizar batida em um trem da Amtrak", argumentou Sonia, a mãe de dois garotos de 17 e 18 anos. Ele descreveu a experiência como "um terror" e, para piorar, passou dois dias sem saber do paradeiro do marido e dos filhos depois da ação do ICE. Outros manifestantes ressaltaram também que operações semelhantes têm acontecido em ônibus da Greyhound

Os membros das organizações de apoio a imigrantes alertam para que os indocumentados não mintam ao serem detidos e nem assinem qualquer papel sem a presença de um advogado especializado. Um outro conselho dado durante a manifestação em NYC é que os imigrantes evitem viagens de trens da Amtrak e ônibus da Greyhound.

Fonte: (TIOSAM.COM)