Publicado em 22/04/2008 as 12:00am

EUA vão pedir impressões digitais de estrangeiros que deixem o país

Medida polêmica é destinada a combater o terrorismo e a imigração clandestina. Desde janeiro de 2004 estrangeiros tiram uma foto ao chegar aos EUA.

O governo dos Estados Unidos pedirá às companhias aéreas e marítimas que exijam as impressões digitais dos estrangeiros que deixarem o país, uma medida polêmica destinada a combater o terrorismo e a imigração clandestina.

O Departamento de Segurança Interior anunciou nesta terça-feira (22) um projeto que será submetido a debate durante os próximos meses antes de uma eventual aplicação.

"Elaboramos um sistema de entrada eficaz que, quando combinado com o sistema de saída proposto, daremos um passo enorme para a segurança das fronteiras dos Estados Unidos", declarou em comunicado o secretário de Segurança Interior, Michel Chertoff.


Saiba mais

Desde janeiro de 2004 os serviços de imigração tiram uma foto e as impressões digitais de cada um dos estrangeiros que chegam aos Estados Unidos para identificar as pessoas que viajam com identidade falsa, sejam ou não terroristas ou traficantes de drogas.

Já foram registradas 90 milhões de impressões digitais, mas o programa US-VISIT prevê pegar as impressões digitais dos turistas quando partem dos Estados Unidos, permitindo assim identificar os que permaneceram por um período além do autorizado. Até agora, nada está previsto para os postos das fronteiras terrestres.

O projeto estipula que a partir de janeiro de 2009 as próprias companhias aéreas e marítimas registrem as impressões digitais e as transmitam ao governo dentro de 24 horas depois da partida de seus passageiros.

Fonte: France Presse