Publicado em 27/07/2008 as 12:00am

Convenção democrata terá manifestações contra e a favor dos indocumentados

Grupo antiimigrante Minutemen e entidade de defesa dos direitos humanos querem influenciar políticos e opinião pública

Se os defensores dos imigrantes se mobilizam para convencer os candidatos à presidência dos Estados Unidos da necessidade de uma reforma imigratória ampla, os grupos que se opõem aos indocumentados tampouco estão parados. A Minutemen, uma das mais fortes associações antiimigrantes do país, planeja uma grande manifestação justamente na abertura da convenção nacional do partido democrata, marcada para começar no dia 25 de agosto, em Denver (Colorado). De acordo com Carmen Mercer, vice-presidente da entidade, o lema do protesto será 'Não vamos parar', em referência à cobrança de ações e leis para conter a entrada de indocumentados no país.

A maior luta do grupo é pelo cumprimento das leis federais contra às pessoas que estão nos EUA sem autorização. Como parte dessa agenda, a dirigente citou uma maior fiscalização nas fronteiras e a efetiva punição aos empresários que empregam indocumentados. "É um absurdo que americanos defendam a anistia aos imigrantes que chegaram ao nosso país de forma ilícita", afirmou Mercer.

A convenção democrata acontecerá no ginásio Pepsi Center (do time de hockey Colorado Avalanche) e a concentração dos 'minutemen' deverá ser num local próximo. A manifestação, segundo os organizadores, deve atrair milhares de pessoas que 'não estão satisfeitas com os rumos que o país está tomando em relação aos imigrantes ilegais", acrecentou a vice-presidente dos Minutemen.

Para ela, a oportunidade é excelente para divulgar a mensagem do grupo a mais de 35 mil pessoas que estarão presentes à convenção, incluindo aí cerca de 15 mil jornalistas de todo o mundo.

No entanto, outra entidade ? a Aliança 'We Are América' ? planeja, para o mesmo evento uma passeata em defesa dos imigrantes. A intenção da manifestação é fazer com que os democratas não se esqueçam que um dos pontos principais da plataforma do candidato Barack Obama é a reforma imigratória.

Com medo que os dois grupos se encontrem nos arredores do ginásio, as autoridades já estão pensando num possível reforço de policiamento para evitar confrontos.
 

Fonte: (Da redação)