Publicado em 7/08/2008 as 12:00am

Reforma está garantida, segundo Clinton

Ex-Presidente acredita que tanto Obama quanto McCain têm interesse em legalizar indocumentados

Qualquer que seja o resultado da eleição presidencial norte-americana, os mais de 12 milhões de imigrantes neste país terão uma boa notícia. Esta é a opinião do ex-Presidente dos EUA, Bill Clinton, para quem tanto Barack Obama quanto John McCain, os candidatos democrata e republicano, respectivamente, têm interesse em uma ampla e justa reforma.
Clinton, que governou o país entre 1993 e 2001, afirmou numa palestra realizada no México para empresários e políticos que o tema estará na pauta de debates do Congresso já em janeiro de 2009. “Ambos querem garantir um marco legal para os trabalhadores imigrantes”, disse, acrescentando que é quase certa a aprovação de um projeto neste sentido.
Realmente os dois candidatos apresentaram em suas plataformas de governo o apoio a uma reforma imigratória, mas com prioridades diferentes: se Obama prometeu impulsionar as mudanças no primeiro ano de mandato, McCain quer assumir este compromisso assim que chegar à Casa Branca, preferindo, porém, garantir as fronteiras em primeiro lugar. Ambos, no entanto, ainda não apresentaram propostas concretas para colocar em prática este desejo, nem tampouco imaginaram maneiras de fazer com que o projeto seja aprovado no Congresso.
Analistas politicos notaram, porém, que os dois candidatos deixaram a questão da reforma de lado em suas campanhas, com medo que a defesa da causa dos imigrantes inviabilize os votos dos setores mais conservadores da América, cruciais para quem vencer a eleição. O certo é que o assunto jamais poderá ser desprezado, em função da força do voto latino.

Fonte: (Brazilian Times)